Mantendo uma prática da prefeita Sheila Lemos, o prefeito em exercício, Luís Carlos Dudé, teve agenda com líderes comunitários e populares no gabinete da Prefeitura da Zona Oeste (PZO). Uma das reuniões da manhã foi com a Associação dos Guardas Municipais de Vitória da Conquista (AGMVC) que levou demandas referentes à segurança da categoria, priorizando o auxílio fardamento – projeto de lei do Executivo enviado à Câmara de Vereadores, em 6 de junho.

“Há um anseio pelo colete balístico, algo imprescindível para desempenhar nossas funções. Por isso, pedimos que nosso auxílio fardamento seja votado o quanto antes para podermos comprar esse colete, protegendo nossos guardas que garantem a segurança dos cidadãos conquistenses”, solicitou Elcides Andrade, presidente da associação, implantada há dez meses e que agrega os 190 guardas municipais.

Dudé, que estava acompanhado da coordenadora de Gestão de Pessoas, Maíra Andrade, do subcomandante da Guarda, Manoel Soledade e do assessor especial Lucas Batista, relatou que tem tido uma conversa constante com a prefeita Sheila Lemos sobre a Guarda Municipal e se comprometeu a iniciar o processo de votação logo na primeira sessão após o recesso, quando ele estará mais uma vez na presidência da Câmara de Vereadores.

“A prefeita pediu celeridade e queremos no dia 17 de agosto aprovar a lei para que a prefeita sancione o auxílio e podermos cumprir mais essa etapa de melhoria para todos da Guarda Municipal, que presta um serviço importante”, comentou o prefeito em exercício.

Os representantes da AGMVC agradeceram pela audiência e interlocução entre Prefeitura, Câmara, comando e associação, desejando a permanência desse diálogo.

Moradores do Loteamento Flamboyant

A interlocução do Governo Municipal também foi iniciada com moradores do Loteamento Flamboyant.  Mateus Cleber Barros, Clodoaldo Novaes e Alexandre Mendes solicitaram abertura das ruas do loteamento, que fica próximo ao Povoado do Choça e a preservação da área verde, que foi invadida.

“Ainda essa semana vamos dar um retorno sobre programação das máquinas e ver a questão da preservação da área verde”, disse Dudé, que estava acompanhado do engenheiro da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana, Paulo Rocha.

Mateus Cleber afirmou que já tem um projeto para replantio da área verde. “Desde já estamos solicitando a fiscalização para que não tenhamos problemas futuros com relação à degradação da área. Contamos com o apoio da Prefeitura e desde já quero agradecer todo apoio, fomos todos muito bem recebidos. Acredito que vamos ter um retorno muito em breve”, comentou.