Após cinco noites e metade da tarde deste domingo (23), a programação musical do Arraiá da Conquista no Centro Cultural Glauber Rocha chegou ao fim, com shows de Xamego Proibido, Chambinho do Acordeon, Erlan Forrozão, Forró Chegança, Forró Temperado e Quadrilha da Boa Vontade no palco alternativo. E hoje, Amado Batista.

Show de Amado Batista

Desde a terça-feira (18), foram 20 atrações no palco principal e 12 no palco alternativo, além de três quadrilhas juninas. “Sucesso total”, sintetizou a prefeita Sheila Lemos.

“Cinco noites e metade da tarde deste domingo de muita festa, muita confraternização da família nordestina. O que vimos aqui foi a família se divertindo. Crianças, idosos, adultos, todos com muita paz, muita harmonia. O povo de Vitória da Conquista é ordeiro e acolhedor, e soube receber os artistas e as pessoas de fora que vieram. Então, foi uma maravilhosa festa”, analisou a gestora.

Alecxandre Magno

Ao fazer um balanço do evento no Glauber Rocha, o coordenador municipal de Cultura, Alecxandre Magno, destacou o caráter coletivo da organização. “Gratidão à prefeita Sheila Lemos, por ter-nos dado essa oportunidade de abraçar esse projeto. Desde o ano passado que a gente vem trabalhando para ter, este ano, o maior São João de todos os tempos”, avaliou. “Parabéns a todas as equipes, de todas as secretarias envolvidas na festa, que é feita a várias mãos”.

‘Muita tranquilidade’

O evento contou com a presença de representantes de diferentes forças de segurança, como a Guarda Municipal, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil, agentes de segurança privada e o Simtrans – órgão municipal que mobilizou 20 agentes por noite e mais 20 neste domingo (23), organizando o bloqueio temporário da Avenida Brumado, durante os shows, e coordenando o fluxo do trânsito nas imediações do Glauber Rocha.

No caso da Guarda Municipal, foram 90 agentes a cada noite e 50 hoje, atuando dentro e fora do espaço. No entender do comandante da tropa, Cristóvão Lemos, a sintonia entre os responsáveis pela segurança contribuiu para a ausência de ocorrências graves.

“Para que esse clima de tranquilidade viesse a ocorrer, a estrutura que o município vem apresentando também favorece bastante a nós, que trabalhamos com segurança pública”, observou Lemos. “E também o povo de Vitória da Conquista e região, que é um povo muito ordeiro”.

O contingente da Polícia Militar variou de acordo com as circunstâncias de cada dia. Nesse sábado (22), a PM atuou com um efetivo de 70 policiais, sendo 30 deles na parte interna do local da festa. Já neste domingo, cerca de 50 agentes atuaram na segurança do evento.

Segundo o major Márcio Chagas, responsável por comandar o policiamento destacado para o Arraiá da Conquista, a programação transcorreu em clima amistoso. “Quase nenhuma ocorrência digna de relato. O evento tem transcorrido com muita tranquilidade”, afirmou Chagas, no início da programação da última noite. “É um evento muito familiar, muito bem organizado por todas as forças. Nós não tivemos nenhum registro que valesse a pena uma mudança na tática do policiamento”, relatou.

Mailza Aragão, com o marido, Lucas, e os filhos

‘Legal, bonito e animado’

Da parte do público, os relatos são parecidos. A assistente social Mailza Aragão, 43 anos, foi ao Glauber Rocha ao lado do marido, o eletricista Lucas Aragão, 36, e dos filhos: Cecília, 7 anos, e os gêmeos Emanoel e Helena, de 2 anos e meio. “O evento está bastante organizado, com uma estrutura acolhedora que permite a participação da família. Por esse motivo, nós trouxemos as nossas crianças para prestigiar este evento. A Prefeitura está realmente de parabéns”, elogiou Mailza.

Lucas complementou os comentários da esposa: “É um ambiente familiar para todas as idades. Os meninos falam por si. Estão alegres. Parabéns à organização do evento”.

A própria Cecília fez sua avaliação pessoal do que viu no Centro Cultural Glauber Rocha: “Ótimo. Muito legal, muito bonito, bem animado”.

Pedro Santos (de camisa xadrez) e Adailton de Oliveira (último à direita)

‘Show inesquecível’

Os colegas de trabalho Adailton de Oliveira, 29 anos, e Pedro Santos, 38, também aprovaram o ambiente instalado no Glauber Rocha pela Prefeitura de Vitória da Conquista. Adailton, que trabalha como auxiliar de produção, acompanhou o show de Nadson Ferinha, na quinta-feira (20). “Foi um dia maravilhoso. Uma multidão maravilhosa, um povo bonito de Conquista e região. Um show inesquecível”, exultou Adailton.

Pedro, que atua como coordenador de produção, avaliou o clima do evento com entusiasmo parecido. “Cara, é muito legal. Uma iniciativa muito boa de entretenimento na cidade e para divertir o pessoal, também. Para a gente ter um momento de lazer. Isso é muito importante”, disse. Quanto à estrutura, ele elogiou: “Tá legal. Sempre foi muito boa e, este ano, tá melhor ainda”.

Sônia Guimarães e Roberto Novaes

‘Valeu a pena ter vindo’

O casal Sônia Guimarães e Roberto Novaes, ambos aposentados, esteve no Glauber Rocha em todas as cinco noites do evento. Ela é de Salvador, e ele, do Rio de Janeiro, mas os dois moram em Vitória da Conquista há anos. “Achei legal. Bem organizado. Não teve briga, nem coisa de roubo, de nada”, comentou Sônia, que gostou especialmente do show de Targino Gondim, na quinta-feira (20).

O marido a acompanhou na análise. “Achei excelente, maravilhoso, porque a gente vem pra curtir, né? Só pra curtir beleza”, disse Roberto. “Valeu a pena ter vindo, lógico. Aqui tem tudo: comida, bebida, tudo legal”.

Andréia Gonçalves e a filha Jéssica

‘Bem diferente, bem legal’

Já para a paulistana Andréia Gonçalves, que trabalha como especialista em sistemas, o Arraiá da Conquista foi uma novidade. Ela veio a Vitória da Conquista para ajudar na mudança da filha, Jéssica, que, no dia 8 de julho, inicia suas aulas no curso de Medicina da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). “Acabei de chegar e parece que está bem animado. Tem bastante coisa enfeitada, espaços para a gente tirar foto. Está bem legal”, avaliou.

Jéssica reparou no contraste entre o clima de São João em Vitória da Conquista e o período junino na capital paulista. “Estou gostando. Achando bem diferente do que a gente está acostumado lá em São Paulo. Lá, só tem quermesse, e olhe lá. E aqui, eu vi o pessoal na rua, vi essa festa aqui. Está bem diferente, bem legal”, comparou a estudante.

Arraiá da Conquista continua até dia 29

Com o fim da programação no Centro Cultural Glauber Rocha, o Arraiá da Conquista continua na Praça Nove de Novembro e na Vila Junina da Lagoa das Bateias, até 29 de junho, Dia de São Pedro.

Nos distritos rurais, a programação do evento junino acontece nos dias 23 e 24.