Mais de 1.200 profissionais foram qualificados nas áreas de gestão, culinária e beleza

O auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) ficou lotado na manhã dessa quarta-feira, 5, para a cerimônia de certificação das primeiras turmas formadas pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec) em Vitória da Conquista. Estiveram presentes o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Miguel Felício, e a superintendente do Senac na Bahia, Eliane Brandão.

“É motivo de satisfação compartilhar este momento de alegria, principalmente para a juventude que tem no Pronatec mais uma oportunidade de se qualificar. Nosso município tem formado mais profissionais do que diversas capitais do país”, ressalta Miguel Felício.

A superintendente do Senac, por sua vez, destacou a importância dos cursos para um mercado de trabalho cada vez mais difícil e seletivo. Para a formanda do curso de recepcionista e também cerimonialista da solenidade, Adaele Viana, 23, o curso foi uma experiência positiva para sua formação. “Foi uma oportunidade única que só veio ampliar meus horizontes, com professores excelentes. Além de aprender a ser uma recepcionista, a gente trabalhou também com os valores humanos que podem ser aplicados em qualquer espaço”, avaliou a jovem.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Inclusão Produtiva da Secretaria de Desenvolvimento Social, Carla Santana, a parceria com o Senac foi muito importante para o sucesso do programa no município. “Essa parceria veio reafirmar a vontade da Prefeitura em proporcionar oportunidade de geração de renda àqueles que se encontram em risco social em Vitória da Conquista”, conclui.

Outros 200 educandos estão em processo de formação pelo Senac e devem receber a certificação já no próximo mês.

Saiba Mais– Atualmente a Secretaria de Desenvolvimento Social oferece 42 cursos profissionalizantes e técnicos em parceria com Senai, Senac, Ifba. Os cursos são oferecidos pelo Núcleo de Inclusão Produtiva, que desenvolve projetos complementares para criar oportunidades de geração de emprego e renda às pessoas em situação de vulnerabilidade social ou em condições de extrema pobreza, atendidas pelo Programa Bolsa Família.

Os cursos têm duração aproximada de dois meses e meio com carga horária de 160 a 240h. Segundo o supervisor pedagógico do Senac, Marcelo Santos, Vitória da Conquista é um dos municípios com maior número de certificações no Nordeste.

As inscrições nos cursos do Pronatec priorizam pessoas em situação de risco social, oriundas de comunidades quilombolas e as cadastradas nos programas sociais do Governo Federal, que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) da previdência social.

Os cursos são gratuitos e beneficiam pessoas que estão na faixa etária entre 16 e 59 anos de idade. Os alunos ainda recebem auxílio transporte, alimentação e todo o material didático. A próxima certificação acontece no auditório do Instituto Federal da Bahia (Ifba) no próximo dia 12.