Prefeitura, Hub Sudoeste e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti) firmaram um convênio de adesão ao projeto Espaço Colaborar, programa da Secti que compreende atividades de fortalecimento do ecossistema de inovação e empreendedorismo da Bahia. A iniciativa consiste no apoio ativo ao desenvolvimento e integração dos diversos ecossistemas, com o direcionamento de medidas para sua evolução, a implantação de espaços dinamizadores, a execução de atividades de integração, a capacitação e o apoio.

O superintendente da Secti, Agnaldo Freire, esteve em Vitória da Conquista na quarta-feira (23), quando discutiu com o Governo Municipal, aspectos da implantação do polo tecnológico do município. Na oportunidade, o secretário de Administração, Kairan Rocha, passou ao superintendente o projeto da Lei de Inovação do município e apresentou o espaço físico onde será implementado o polo que, a princípio, funcionará nas dependências do Hub Sudoeste, localizado no bairro Candeias. “A Secti irá trabalhar conosco para que possamos  implementar estes projetos e logo o polo tecnológico venha a se expandir e atender toda a região”, destacou Kairan.

Com a Lei de Inovação, o município vai estabelecer medidas de incentivo às atividades tecnológicas e de inovação realizadas pelas organizações, visando promover o desenvolvimento econômico, social e ambiental e a melhoria dos serviços públicos municipais de forma específica. Em 2021, Vitória da Conquista ficou entre as 100 cidades mais inteligentes do Brasil,  de acordo com o Ranking Connected Smart Cities, tendo subido 33 posições no geral, ao sair do 93º no ano passado para 60º lugar.