A sala principal da Casa Memorial sediou a apresentação da música clássica

A noite dessa quinta-feira, 25, foi marcada pela boa música na Casa Memorial Régis Pacheco. Os alunos do Conservatório Municipal de Música participaram de um sarau com os seus professores. A atividade integrou a programação da 8ª Primavera dos Museus, evento realizado pela Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, em parceria com a União.

Arlaine Bonfim

“É uma proposta nova, nós dividimos as apresentações em dois espaços, o espaço da música clássica aqui na sala principal e depois, no palco aberto, onde teremos a apresentação do coral infantojuvenil e também dos alunos de música popular”, explicou a coordenadora do conservatório Municipal, Arlaine Bonfim.

Teu Soares

Mais de 20 alunos se apresentaram no evento. Entre eles, o músico Teu Soares, que destacou a importância do Conservatório. “É muito importante que uma instituição como essa seja mantida pela Administração Municipal, porque muitas pessoas não têm condições de pagar para ter aulas e nem de comprar um instrumento, e aqui é uma ótima oportunidade”, disse.

Adriana Firmino

A mesma opinião tem a comerciante, Adriana Alex Firmino, mãe de dois alunos da instituição. “Meus filhos estudam piano aqui há três anos e eu posso dizer, com toda a certeza, que o Conservatório ajudou, e muito, na formação do caráter deles. Eles mudaram a postura, as preferências musicais, afloraram a sua sensibilidade. Tenho certeza que o trabalho desenvolvido pelo Conservatório é de excelência”, afirmou.

Coral infantojuvenil encantou a todos

Sobre o Conservatório – Criado em 1974, o Conservatório Municipal de Vitória da Conquista é hoje a única escola de música mantida por uma Prefeitura em todo o interior da Bahia. São 40 anos de aperfeiçoamento das habilidades artísticas dos alunos que participam dos cursos oferecidos pela instituição: musicalização infantil, piano, teclado, violão, flauta doce e transversal, teoria musical, canto coral, além de acordeom e viola de dez cordas.

Pessoas de diferentes idades prestigiaram as apresentações

Atualmente, estão matriculados na instituição cerca de 400 alunos, o que comprova que a iniciativa constitui uma das mais bem sucedidas políticas públicas culturais do município.