Prefeitura implanta novo sistema integrado de atendimento no Samu 192

O “Samu +” já reduziu pela metade o número de trotes; também ficou mais fácil identificar e punir os responsáveis por esse tipo de crime

Desde meados de março, a Prefeitura está implantando no Samu 192 um novo sistema integrado de atendimento em urgências médicas: o “Samu +”. Embora esteja ainda em fase de desenvolvimento pela empresa Imtech (vencedora da licitação), sob a coordenação do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), a novidade já apresentou os primeiros resultados práticos – que, por sinal, foram bem positivos: o índice de trotes, que historicamente era superior a 50% do número mensal de chamadas, caiu para 29,3% em maio. E, neste mês de junho, está em 27%. A média nacional gira em torno de 40%.

“E a tendência é reduzir mais ainda”, informou o prefeito Guilherme Menezes, que fez uma visita à sede do serviço na tarde desta segunda-feira, 29, – acompanhado da secretária de Saúde, Márcia Viviane de Araújo – a fim de conhecer mais de perto o funcionamento do novo sistema. “O objetivo é agilizar o atendimento e evitar ao máximo o número de ocorrências baseadas em trotes, que, infelizmente, é alto”, disse ainda o gestor.

O novo sistema foi totalmente concebido de acordo com a realidade local de Vitória da Conquista. É considerado “inteligente”, pois funciona de forma integrada. Assim que atende à ligação, o operador já tem acesso imediato, na tela de seu computador, ao número do telefone responsável pela chamada e a um formulário que ele deve preencher com as informações sobre a ocorrência.

Com isso, automaticamente é gerado um banco de dados, a partir do qual é possível fazer estatísticas mais precisas e obter um histórico com informações sobre cada número registrado. Essas ferramentas permitem, por exemplo, que a Prefeitura identifique os telefones que mais se repetem na realização de trotes.

Trote é crime – Torna-se mais fácil, portanto, tomar providências legais para exigir a punição das pessoas que praticam esse tipo de brincadeira de mau gosto – que, caso não saibam, é crime previsto no artigo 266 do Código Penal. O infrator pode ser punido com detenção de um a seis meses, ou multa.

O novo sistema ainda prevê outras melhorias, como a disponibilização de tablets para as equipes das ambulâncias, a fim de que os profissionais tenham acesso às informações sobre as ocorrências via internet, utilizando esses dispositivos móveis. Outro futuro benefício é um sistema de rastreamento das viaturas, por meio de GPS. Ambas as iniciativas estão em desenvolvimento. “Queremos dar mais tranquilidade aos operadores aqui, e principalmente à população que precisa dessa assistência emergencial por intermédio do Samu 192”, observou o prefeito Guilherme.

Serviço – A regional do Samu 192 de Vitória da Conquista coordena 11 municípios da região e dispõe de cinco viaturas – quatro delas do tipo básico, com técnico de enfermagem e condutor, e uma avançada, que, além desses profissionais, dispõe ainda de médico e enfermeiro. Somente em Vitória da Conquista, são realizados, em média, 1.200 atendimentos por mês.

Notícias Relacionadas

Notícia Destaque
14/11
Transporte coletivo: Prefeitura informa sobre mudanças em linhas do Conquista VI
Notícia Destaque
13/11
Plantão da Gerência de Postura apresenta balanço dos primeiros meses de funcionamento
Comunicação
13/11
Prefeitura apresenta novo portal nesta segunda-feira,16
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/11
Prefeitura entrega Barragem de Boa Vista nesse sábado, 14