Prefeitura reafirma parceria com o Projeto HealthRise para investimentos na saúde do município

001

Uma comitiva formada por profissionais do Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa, responsável pelo monitoramento do projeto HealthRise no Brasil, esteve em Vitória da Conquista na última quarta-feira, 8. O diretor do projeto, Davi Rumel, a vice- diretora, Angela Bouskela e o doutor em Fisiologia Humana, Dr. Mark Barone se reuniram com representantes da Secretaria Municipal de Saúde.

O objetivo da visita foi acompanhar o andamento do projeto em Vitória da Conquista, que deve receber o investimento de R$ 1,4 mihão para melhorar a estrutura de atendimento das Unidades de Saúde para o combate e o tratamento da hipertensão e do diabetes. A primeira fase vai contar com a capacitação das Equipes de Saúde da Família, que vão passar a utilizar o sistema de prontuários eletrônicos no lugar das atuais fichas de preenchimento manual. Os agentes vão receber tablets para agilizar o trabalho, dinamizando o atendimento e o acompanhamento de pessoas hipertensas e diabéticas. Outro investimento será na construção de três academias de saúde que vão atender a esses pacientes, promovendo a mudança de hábitos de uma forma mais eficaz.

Durante a passagem pela cidade, a comitiva do Sírio Libanês visitou algumas Unidades de Saúde da Família para avaliar a realidade e as necessidades da saúde pública na região. Os representantes do projeto estiveram nas USF Conveima, Urbis VI e Morada dos Pássaros.

A subsecretária de saúde Lorena Silveira reafirmou o compromisso com o projeto e ressaltou que “estamos empenhados em dar continuidade a esta iniciativa do HealthRise. Este trabalho só tem a fortalecer a assistência em saúde da região”. Posição corroborada pela diretora da atenção básica, Maria das Graças Lima Cardoso, que disse ainda: “Ficamos felizes por Vitória da Conquista ter sido escolhida para abraçar o piloto do projeto. Pode ter certeza de que faremos de tudo para que ele dê certo”.

O diretor do projeto, Davi Rumel, afirmou que é importante contar com a participação da Prefeitura para que este investimento dê o retorno esperado: “Esse dinheiro precisa ser empregado corretamente, que ele não se perca nos detalhes e dificuldades que existem no sistema hoje e a co-participação, a parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, é fundamental para a cooperação no sentido de ajudar a diminuir estas dificuldades estruturais encontradas”.

Para a execução do projeto, além da parceria da Prefeitura Municipal, o HealthRise conta também com a Universidade Federal da Bahia (UFBA/Campus Anísio Teixeira), a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), o Hospital Geral de Vitória da Conquista, o SESI, o Núcleo Regional de Saúde Sudoeste e com a Associação de Diabéticos.003

 

O HealthRise no Brasil – No Brasil, o HealthRise chegou por meio de uma parceria com o Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL). O Programa seleciona projetos e financia a implantação deles.  Aqui no Brasil, dois projetos foram escolhidos, um deles, na região de Teófilo Otoni, Minas Gerais, com abrangência de 32 cidades, e o outro em Vitória da Conquista, abrangendo 19 municípios do entorno. A seleção dos projetos das duas regiões levou em conta as carências de cada uma, visando a melhoria dos serviços de atenção básica.

O HealthRise é um programa global da Fundação norte-americana  Medtronic,; além do Brasil, o programa  é realizado na Índia, na África do Sul e nos Estados Unidos.

 

 

 

 

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
08/12
Defesa Civil reúne órgãos públicos para discutir a segurança de eventos na cidade
Gabinete Civil
08/12
Prefeitura revitaliza área do Cristo de Mário Cravo e traz de volta a iluminação natalina
Gabinete Civil
08/12
Audiência Pública celebra os 103 anos da Santa Casa de Misericórdia
Educação
07/12
Eleição para diretores e vices movimentam creches e escolas da Rede Municipal