Parada do Orgulho de Ser LGBT acontece no dia 19

Concentração será às 13h, na Praça Nossa Senhora dos Verdes; antes, nos dias 17 e 18, haverá o Seminário “Orgulho de Ser LGBT”, na Casa Memorial Régis Pacheco

Em 2017, Vitória da Conquista chega à 7ª edição da Parada do Orgulho de Ser LGBT, que, desta vez, traz o tema “A luta contra a LGBTfobia é sim a luta pela vida”. A concentração do evento está agendada para o domingo, 19, às 13h, na Praça Nossa Senhora dos Verdes, situada no bairro Brasil.

A escolha da praça atende a uma reivindicação dos movimentos sociais para que o evento ocorresse na zona oeste da cidade. Dali, os participantes seguem pelas avenidas Alagoas, Frei Benjamin e Brumado, até chegar ao Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura, onde serão montadas apresentações culturais.

A parada será o momento mais festivo da celebração. Mas, antes disso, será promovido o Seminário “Orgulho de Ser LGBT”, cujos dois dias de duração serão destinados a discussões sobre as conquistas dos movimentos sociais com relação a direitos humanos, saúde, segurança, cultura, acesso à educação e ao mercado de trabalho pela população LGBT. “São as conquistas sociais feitas tanto em nível de município quanto de estado e de Brasil”, registra José Mário Barbosa, coordenador municipal de Políticas de Promoção da Cidadania de Direitos LGBT.

A abertura do seminário será no dia 17, às 19h, na Casa Memorial Régis Pacheco. Depois do credenciamento, haverá palestra sobre o tema “Cultura, religiosidade de matriz africana”, ministrada por Wemerson Silva.

O seminário continua ao longo do dia 18, também na Casa Memorial Régis Pacheco, a partir das 8h. Durante a manhã, haverá palestra da professora Luciana Santos, da Uesb, sobre o tema “Políticas Trans”. Depois do intervalo para o almoço, a tarde será reservada a outras duas palestras: a primeira, sobre “Mulher na sociedade atual”, com a professora Maria Vitória (também coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da FTC); a segunda, tratando de “Práticas jurídicas e movimentos sociais”, a cargo de Heloísa Cunha (advogada e presidente da Comissão da Diversidade da subseção local da OAB).

“É importante salientar que, para a comunidade de Vitória da Conquista, é um ganho muito importante, uma vez que nós somos a terceira coordenação do estado da Bahia. E estamos aí abertos para as discussões”, analisa Barbosa, destacando que tanto o seminário quanto a parada são eventos abertos à participação da comunidade em geral.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
23/11
Prefeitura, Ministério do Trabalho e Ifba firmam parceria para implantação do Cidadão Aprendiz
Gabinete Civil
23/11
Palestra discute “Racismo Virtual”
Gabinete Civil
22/11
Governo Municipal participa da recepção do Comandante Militar do Nordeste
Gabinete Civil
21/11
Dia da Consciência Negra proporciona cultura e informação em Vitória da Conquista