Herbário Sertão da Ressaca

Em julho de 2000, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente iniciou o levantamento florístico das espécies ocorrentes na Serra do Periperi. Desde então foi instalado uma oficina de herborização, núcleo embrionário, abrigando hoje o material botânico coletado na Serra do Periperi. Já foram catalogadas 39 famílias distintas e 30 espécies foram reproduzidas no viveiro experimental, sendo plantadas nos locais de ocorrência na Serra. As principais famílias são Myrtaceas, Asteraceae, Fabaceae e Annonaceae, com destaque para espécies endêmicas Melocactus copnoideus (cactaceae) e Diplotropis ferruginea (Fabaceae). O Melocactus conoideus (“cabeça-de-frade”), uma dessas espécies endêmicas, cujo habitat se restringe à Serra do Periperi, foi descoberto nos anos 70 pelo Holandês Albert Beuning, espécie que corre risco de extinção em virtude da degradação provocada pela mineração.

Entre as atividades desenvolvidas no herbário, destaca a produção de mudas de árvores nativas para serem utilizadas em atividades de recuperação de áreas degradadas no Parque Municipal da Serra do Periperi e demais áreas degradadas no município de Vitória da Conquista. São também doadas a instituições ou pessoas interessadas em formar pequenos bosques. No herbário também é realizado o levantamento florístico do Parque Municipal da Serra do Periperi.

Endereço: Parque Municipal da Serra do Periperi, s/nº, Guarani.
Telefone: (77) 3429-7900 (Geral)