Para um aperfeiçoamento do trabalho desenvolvido pelos agentes que atuam na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, a Prefeitura vem realizando um curso de formação nas áreas de transporte e trânsito. Na tarde da última quinta-feira, 26, a primeira etapa foi finalizada com a conclusão do conteúdo relativo ao transporte do município.

Após 100 horas de discussão teórica sobre questões relativas à fiscalização, planejamento, programação de linhas, trâmites administrativos e o próprio Plano Nacional de Mobilidade Urbana, os agentes puderam ir a campo desenvolver a parte prática.

Em contato com os cidadãos conquistenses que utilizam os mais diversos transportes em seu dia a dia, os agentes que participaram do curso coletaram dados como parte da disciplina de Planejamento. “A importância do curso se dá na própria metodologia dele. Além da parte teórica, é preciso vivência prática”, explicou Dilmar Copquer, instrutor da área de Transporte do curso. Copquer ainda completou: “Toda modificação que se faz em transporte e trânsito, em qualquer centro urbano, deve partir da premissa da coleta de dados, para você entender como é a dinâmica do munícipe”.

Melhorias no dia a dia – A ação aconteceu em diversos pontos da cidade, sendo concluída na Avenida Lauro de Freitas, onde está localizado o Terminal de Ônibus. Entre as participantes da pesquisa, estava Cristiane Timóteo. Moradora do bairro Jurema, ela utiliza o transporte público urbano tanto para trabalhar, como para estudar. “Muito interessante esta abordagem, estão de parabéns! Só em estarem ouvindo a população que faz uso é que será possível entender o dia a dia do usuário. Espero que venha com resultado positivo para população”, avaliou.

Agente de trânsito da cidade, Jair Gonçalves encarou a parte prática do curso como uma forma de entender ainda mais as configurações da mobilidade urbana da cidade e aplicar isso em sua rotina profissional. “É um pontapé inicial para o trabalho que queremos fazer. O curso tem sido muito proveitoso e acredito que o resultado final vai ser o aperfeiçoamento dos bons profissionais que precisam atuar para ajudar no crescimento do nosso município”, pontuou.

“O objetivo do Governo Municipal é, sobretudo, dar uma formação para nossos agentes para que eles tenham consciência de que o trabalho com o transporte não se trata só de fiscalizar o horário de ônibus, por exemplo, mas de entender, de maneira ampla, as configurações da mobilidade urbana do município”, destacou Valéria Schettini, coordenadora de transporte.

A próxima etapa será desenvolvida com estudos sobre trânsito, totalizando dois meses de formação e aperfeiçoamento para os 35 agentes participantes.