O programa do Governo Municipal, que tem como objetivo descentralizar os serviços do Sistema Único da Assistência Social (Suas), chegou ao bairro Nova Cidade, nesta quinta-feira (14). Esse é o Suas na Comunidade que, em três meses de atuação, já contabilizou mais de 3 mil atendimentos, nos condomínios do Minha Casa, Minha Vida e na zona rural de Vitória da Conquista.

Dessa vez, em sua 9ª edição, o programa beneficiou os moradores dos Residenciais Europa Unida, Residencial Rosas, Vivendas da Serra e América Unida. Durante toda a manhã, a população teve o acesso facilitado a todos os serviços da Assistência Social, a exemplo da consulta do Cadastro Único para programas sociais como o Bolsa Família, e também a serviços da Diretoria de Habitação, como o “Minha Casa, Minha Vida”. Além dos atendimentos jurídicos de assistência à famílias com dificuldades de receber Benefício de Prestação Continuada (BPC), orientações relacionados ao salário maternidade, auxílio-doença e pensão por morte, por meio da Defensoria Pública da União (DPU), que é parceira do Suas na Comunidade.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias, o programa surgiu do desejo da gestão de aproximar as pessoas que mais precisam das políticas públicas. “Quando a equipe e os parceiros da Prefeitura vêm aqui, é para facilitar a vida de vocês, garantindo o acesso à Assistência Social. Observe que nós estamos na porta desses condomínios, não é por acaso. É um compromisso nosso de encurtar as distâncias, porque a gente sabe que quem vive nesses condomínios nem sempre consegue tempo ou dinheiro para ir até esses serviços”, pontuou o secretário.

Beneficiada pelo programa, Andreia Santos comemorou a realização em seu bairro. De acordo com ela, a ação ajuda principalmente as mães que se dedicam cuidando da família e não podem se distanciar por muito tempo em busca desses serviços. “É um excelente trabalho. Através do Suas, a gente tem acesso a serviços e pode tirar várias dúvidas. É uma ajuda para comunidade aqui do bairro, principalmente para as mães”, afirmou a moradora do Nova Cidade, que aproveitou a oportunidade para buscar informações sobre a mudança de colégio de seus filhos.

Área de lazer do Suas na Comunidade

Para toda a família

A programação do evento foi planejada para receber pessoas de todas as idades. Enquanto os adultos utilizaram os serviços socioassistenciais, as crianças e os adolescentes puderam desfrutar de uma área de lazer preparada especialmente para elas. A área foi equipada com cama elástica, brinquedo inflável, carrinho de pipoca e de algodão doce.

O evento também teve apresentação musical das mulheres referenciadas do grupo Poderosas e de capoeira, que ficou por conta dos adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SFVC) do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Nova Cidade.

Quem também se apresentou durante a realização da nona edição do programa foi Ketelen Moreira, de 15 anos, integrante do Núcleo de Cidadania de Adolescentes (Nuca). A adolescente falou como teve a vida transformada por meio dos serviços do Cras do seu bairro e relatou que tem o desejo de inspirar outras pessoas da sua idade, para que elas possam ter as mesmas oportunidades.

“Eu vim falar um pouco de como o Cras mudou a minha vida. Através desse espaço, pude aprender valores importantes, conhecer pessoas maravilhosas e aproveitar grandes oportunidades. Nele, encontrei um ambiente acolhedor e inclusivo, onde fui recebida com respeito e apoio. Além disso, o Cras me proporcionou acesso a programas e projetos que ampliaram as minhas perspectivas. Pude participar de cursos, workshops e atividades que contribuíram para o meu desenvolvimento pessoal e profissional. Ao compartilhar a minha história e experiência positiva com o Cras, espero inspirar outras crianças e adolescentes a buscarem essa rede de assistência”, discursou Ketelen.