A Escola de Formação em Saúde da Família, localizada em frente ao Centro Municipal de Atendimento Especializado (Cemae) está sediando, entre os dias 2 e 13 de setembro, a Oficina de Análise de Dados do projeto de Atenção à Saúde para Hanseníase em Áreas de Alta Endemicidade nos Estados de Rondônia, Tocantins e Bahia (Projeto Integrahans). A iniciativa é desenvolvida pelo Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Ceará, em parceria com as prefeituras de Vitória da Conquista e Tremedal.

O projeto, que acontece desde novembro de 2013, tem como objetivo central caracterizar aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço temporais), clínicos e psicossociais que influenciam a atenção à saúde para controle da hanseníase.

Durante a oficina, que faz parte da segunda etapa do projeto, serão debatidos os resultados e construídos os relatórios com a identificação de recomendações baseadas em evidências e vivências. Participam pesquisadores, estudantes e profissionais de saúde das unidades de saúde que receberam o projeto.

Na programação será realizado, no dia 10 de setembro, a partir das 8h30, no auditório da Universidade Federal da Bahia, o Seminário de Apresentação dos Resultados do Projeto Integrahans-Bahia. E no dia 11 de setembro, com objetivo de elaborar um plano de ação com construção participativa, será realizada, uma oficina para construção de agenda integrada de caráter locorregional.

Print this pageShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedIn