A Escola de Formação em Saúde da Família, localizada em frente ao Centro Municipal de Atendimento Especializado (Cemae) está sediando, entre os dias 2 e 13 de setembro, a Oficina de Análise de Dados do projeto de Atenção à Saúde para Hanseníase em Áreas de Alta Endemicidade nos Estados de Rondônia, Tocantins e Bahia (Projeto Integrahans). A iniciativa é desenvolvida pelo Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Ceará, em parceria com as prefeituras de Vitória da Conquista e Tremedal.

O projeto, que acontece desde novembro de 2013, tem como objetivo central caracterizar aspectos operacionais, epidemiológicos (espaço temporais), clínicos e psicossociais que influenciam a atenção à saúde para controle da hanseníase.

Durante a oficina, que faz parte da segunda etapa do projeto, serão debatidos os resultados e construídos os relatórios com a identificação de recomendações baseadas em evidências e vivências. Participam pesquisadores, estudantes e profissionais de saúde das unidades de saúde que receberam o projeto.

Na programação será realizado, no dia 10 de setembro, a partir das 8h30, no auditório da Universidade Federal da Bahia, o Seminário de Apresentação dos Resultados do Projeto Integrahans-Bahia. E no dia 11 de setembro, com objetivo de elaborar um plano de ação com construção participativa, será realizada, uma oficina para construção de agenda integrada de caráter locorregional.