Vitória da Conquista sedia Conferência Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional

 

Representantes de vinte municípios da região participaram dos debates sobre políticas públicas para a Agricultura Familiar

A semana começou diferente para homens e mulheres do campo do território de Vitória da Conquista. Representando os seus municípios, eles se reuniram para debater políticas públicas para o fortalecimento da agricultura familiar na Conferência Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional nesta segunda e terça, 10 e 11 de agosto. Ao todo, vinte municípios estiveram representados.

A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Kátia Silene Freitas, representando o prefeito Guilherme Menezes, destacou as diferentes ações já realizadas pelo município e os avanços dos programas sociais voltados para a agricultura familiar e para a segurança alimentar. “Podemos afirmar que Conquista tem avançado muito em segurança alimentar. O Governo Municipal tem proporcionado a diferentes grupos sociais a geração de renda e buscado mais qualidade de vida para todas as pessoas, principalmente aquelas que estão em situação de vulnerabilidade social”, afirmou.

Atualmente, Vitória da Conquista tem 11 hortas comunitárias, cinco na zona urbana e seis na zona rural; os programas Feira da Agricultura Familiar, com 32 famílias cadastradas, e o Leite Fome Zero, que atende quase 2700 crianças; o Restaurante Popular, que serve mil refeições diariamente; além do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que beneficiou 72 entidades em 2014, atendendo mais de 12 mil pessoas.

“Vitória da Conquista criou e experimentou todas essas políticas mais sistemáticas muito antes dos governos estadual e federal. Quando elas ainda não existiam, Conquista já tinha projetos pilotos, pois o Governo Participativo sempre foi entusiasta da agricultura familiar, do cooperativismo e da economia solidária. Com certeza, essa conferência irá fortalecer muito a etapa estadual”, afirmou o secretário estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Geraldo Reis.

Para a técnica em agropecuária e militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Railda Costa, a oportunidade de participar de uma Conferência é enriquecedora. “É crucial discutir políticas públicas voltadas à agricultura familiar. Nesses momentos é que conseguimos elementos para que a gente possa melhorar e levantar a autoestima dessas famílias”, acredita a militante.

A Conferência foi encerrada no início da tarde desta terça, 11, com a eleição dos delegados que representarão o território de Vitória da Conquista na 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional – Comida de verdade no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar, em Salvador nos dias 26, 27 e 28 de agosto.

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
26/05
Mulheres atendidas pelo Crav participam de manhã motivacional
Desenvolvimento Social
26/05
Governo Mais Perto de Você acerta últimos detalhes do projeto Prefeitura Móvel
Desenvolvimento Social
25/05
Secretaria de Desenvolvimento Social investe na qualidade de vida do servidor
Desenvolvimento Social
24/05
Programa Vivendo a Terceira Idade promove baile em comemoração ao mês das mães