Neste domingo (09), a Secretaria Municipal de Saúde vai participar do Global Stakeholder Event (GSE) 2018, promovido pelo projeto HealthRise. O Evento acontece nos Estados Unidos, no Museu da Ciência de Minnesota na cidade de Saint Paul, capital do estado de Minnesota, e vai reunir resultados do projeto de todos os países que foram contemplados por ele.

Este ano, o tema do GSE será “Intercâmbio, Aprendizagem e Celebração” (“Exchange, Learning and Celebration”), com ênfase na divulgação de descobertas e lições aprendidas com o projeto HealthRise. Uma oportunidade para se refletir sobre experiências, compartilhar desafios e discutir os resultados preliminares obtidos.

Quem vai representar Vitória da Conquista é a enfermeira da Atenção Básica, Lara Raisa Cheles Vieira, que é coordenadora da área técnica de Saúde do Adulto e do Idoso. Ela explicou que vai apresentar os desafios enfrentados pelo município durante a implantação do projeto HealthRise e os sucessos alcançados. “Vou fazer, também, um relato da experiência dos profissionais em relação ao projeto e de como ele afetou o cotidiano das equipes. Mostrar em que ele contribuiu para a melhoria do acesso à saúde para os conquistenses”, completa.

Lara viaja nesta sexta-feira (07) e terá como companhia a representante da Associação de Diabéticos e Hipertensos de Vitória da Conquista (ADH Conquista) Ana Clara Andrade Nascimento. Ela tem 20 anos, é estudante de direito e faz estágio na Secretaria Municipal de Transparência e Controle.

Sobre o HealthRise no Brasil – O projeto chegou ao país por meio de uma parceria com o Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL). O Programa selecionou projetos para financiar. Aqui no Brasil, dois foram escolhidos, um deles, na região de Teófilo Otoni, Minas Gerais, com abrangência de 32 cidades, e o outro em Vitória da Conquista, abrangendo 19 municípios do entorno. A seleção dos projetos das duas regiões levou em conta as carências de cada uma, visando a melhoria dos serviços de atenção básica.

O HealthRise é um programa global da Fundação norte-americana Medtronic; além do Brasil, o programa é realizado na Índia, na África do Sul e nos Estados Unidos.