Vitória da Conquista participa da cerimônia de adesão ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial

Cerimônia ocorreu na última terça-feira, 22, em Salvador, com a presença da ministra da Seppir, Nilma Lino Gomes

Na última terça-feira, 22, Vitória da Conquista esteve representada na cerimônia de adesão ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir). A solenidade contou com a presença da coordenadora municipal de Promoção da Igualdade Racial, Elizabeth Lopes (que representou o prefeito Guilherme Menezes), durante o Encontro com Representantes de Organizações da Sociedade Civil e Parlamentares, na Assembleia Legislativa da Bahia.

Também aderiram ao Sinapir os municípios de Porto Seguro e Governador Mangabeira. Para aderir, é preciso que o município atenda a alguns requisitos exigidos pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), como, por exemplo, a existência de um órgão e de um conselho dedicados a essa temática na estrutura administrativa local.

Como se sabe, Vitória da Conquista dispõe desses dois instrumentos – o que viabilizou a adesão do município ao Sinapir. O sistema representa uma forma de organização e articulação direcionadas à implementação do conjunto de políticas e serviços para superar as desigualdades raciais no Brasil. O objetivo é garantir à população negra a efetivação da igualdade de oportunidades, a defesa de direitos e o combate à discriminação e às demais formas de intolerância.

A cerimônia na Assembleia Legislativa contou com as presenças da ministra da Seppir, Nilma Lino Gomes, e da secretária estadual de Promoção da Igualdade, Vera Lúcia Barbosa. A coordenadora Elizabeth Lopes representou o prefeito Guilherme Menezes.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
17/11
Parada LGBT: confira como fica o trânsito e o itinerário dos ônibus
Gabinete Civil
17/11
Governo Municipal promete acompanhar demandas de movimentos rurais
Gabinete Civil
16/11
Governo Municipal recebe membros do Corpo de Bombeiros Militares
Gabinete Civil
16/11
Escola municipal oriunda do Patrulhado a Cidadania oferece 150 vagas já em 2018