Vitória da Conquista é destaque nacional no combate à sífilis congênita

Vitória da Conquista, em 2014, foi um dos quatro municípios brasileiros que alcançaram excelentes resultados no combate à sífilis congênita (transmissão de mãe para filho). O trabalho de eliminação da doença tem sido desenvolvido pela Prefeitura, por meio do Centro de Atenção e Apoio à Vida Dr. David Capistrano Filho (Caav).

E a experiência da descentralização do tratamento para as unidades básicas de saúde da rede municipal agora está descrita no Caderno de Boas Práticas do Ministério da Saúde lançado nessa quinta-feira, 29, em Vitória da Conquista. O caderno aborda “O uso da penicilina na Atenção Básica para prevenção da Sífilis Congênita no Brasil”.

Com o trabalho realizado pelo Caav e pelas equipes das unidades de saúde, a taxa de incidência da doença para cada mil nascidos vivos que, em 2013, era de 3,46, e em 2014 de 2,82, até o mês  de setembro de 2015 está em 1,92.

“Esperamos que a experiência de Vitória da Conquista e dos outros três municípios possam contagiar e envolver outros municípios para a eliminação desta doença em todo Brasil”, ressaltou a técnica do Ministério da Saúde, Maria Vitória Ramos.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane de Araújo, “O Governo Municipal continuará se empenhando para zerar a transmissão desta doença, assim como conseguiu com a transmissão do HIV de mãe para filho. Hoje, nenhuma criança nasce com o vírus da aids em Vitória da Conquista”.

O Ministério disponibilizou 500 exemplares para disponibilização aos profissionais de saúde e serviços de saúde.

Notícias Relacionadas

Notícia Destaque
14/11
Transporte coletivo: Prefeitura informa sobre mudanças em linhas do Conquista VI
Notícia Destaque
13/11
Plantão da Gerência de Postura apresenta balanço dos primeiros meses de funcionamento
Comunicação
13/11
Prefeitura apresenta novo portal nesta segunda-feira,16
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/11
Prefeitura entrega Barragem de Boa Vista nesse sábado, 14