Vitória da Conquista é contemplada para participar de projeto federal na área de Saúde Mental

“É uma satisfação ver que o trabalho que está sendo desenvolvido pelo Governo Municipal tem relevância no cenário nacional”, afirmou o prefeito

Investir em políticas que visam ao fortalecimento da rede de saúde mental em Vitória da Conquista é uma das prioridades da Administração Municipal. Por isso, o Governo busca constantemente recursos e parcerias com as esferas Estadual e Federal.  A mais recente resultou na seleção do Município para participar do projeto Percursos Formativos na Rede de Atenção Psicossocial (Raps).

O projeto é desenvolvido pelo Ministério da Saúde com o objetivo de  permitir a troca de experiências entre profissionais da Raps, incluindo os de nível médio, para ampliar as possibilidades de intervenção profissional, a partir da convivência com outras realidades. A iniciativa tem ainda como proposta a realização de oficinas de atualização.

Vitória da Conquista foi a única cidade da Bahia contemplada com a linha de Atenção à Crise, que faz parte do projeto. E foi justamente com o intuito de compartilhar informações a respeito que a equipe da Secretaria Municipal de Saúde se reuniu com o prefeito Guilherme Menezes, no Gabinete Civil da Prefeitura,  nessa quinta-feira, 9.

Para o prefeito Guilherme Menezes é uma imensa alegria ver que o trabalho desempenhado pelo Município, na área de Saúde Mental, está sendo reconhecido. “É uma satisfação ver que o trabalho que está sendo desenvolvido pelo Governo Municipal tem relevância no cenário nacional. É muito bom para os profissionais poderem ter essa experiência que vai lhes proporcionar essa visão mais humana e técnica”, disse.

A secretária de Saúde, Márcia Viviane de Araújo, disse que o projeto veio em boa hora. “É uma experiência bem positiva que impulsionou um novo olhar para a política psicossocial no município e provou que a saúde mental está conseguindo construir o seu espaço”, reforçou.

Sobre o Projeto – Durante o encontro, a diretora de Atenção Especializada e Programática, Tarcísia Castro Alves, contou que o projeto Percursos Formativos é uma iniciativa de educação permanente onde os municípios selecionados fazem uma vivência no município referência na área, a cidade de São Paulo. Conquista foi contemplada com a linha de Atenção à Crise, “ou seja, com essa linha de cuidado, temos a oportunidade de trabalhar com a infância e a fase adulto, bem como com relação à álcool e drogas”.  Ao todo 20 profissionais do município participarão, dois a cada mês.

Cinco duplas já participaram desse intercâmbio que envolve profissionais das mais diversas áreas. A assistente social, Iara Teles Campos, será a próxima a participar e falou sobre as suas expectativas em participar do projeto: “é uma iniciativa muito importante promover esse intercâmbio entre os profissionais da Raps, pois proporciona vivência e a troca de experiências. Muito do que foi visto lá está sendo implantado aqui em Conquista e, com isso, a política psicossocial só tem a fortalecer”, destacou.

Rede de Saúde Mental – Atualmente, Vitória da Conquista conta com três Centros de Atenção Psicossocial: Caps II, Caps Infantil e Adolescente e Caps Álcool e Outras Drogas, e um hospital psiquiátrico administrado pelo Governo do Estado, o Hospital Afrânio Peixoto. Em breve, o município contará com mais dois serviços na área: o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas tipo III (Caps AD III) e a Unidade de Acolhimento Adulto. Ambos os equipamentos serão entregues no próximo dia dia 16 de abril, às 16h. A solenidade ocorrerá na Avenida Espanha, nº 606, bairro Candeias.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
22/06
Governo Municipal e Sesi estreitam relações
Gabinete Civil
22/06
Nota de pesar pelo falecimento de Lídio Brito Macedo
Gabinete Civil
21/06
Prefeitura Municipal e Caixa Econômica discutem projetos para o município
Gabinete Civil
20/06
Prefeitura define locais para venda de fogos na cidade