De acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no ano 2000, o Nordeste do Brasil possuía 413.709 universitários. Em 2012, esse número saltou para 1.434.825 e fez com que essa região ultrapassasse o sul do país, tornando-se a segunda com maior número de estudantes no ensino superior, ficando atrás apenas  do Sudeste.

Desse total de universitários que estudam no nordeste, pouco mais de 12 mil estão em Vitória da Conquista, distribuídos entre universidades públicas (estadual e federal), faculdades particulares e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba). E para os que cursaram, por exemplo, Medicina na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) ou em outra instituição de ensino superior e os que vierem a concluir o mesmo curso na Universidade Federal da Bahia (Ufba), campus Anísio Teixeira, há um importante e indispensável auxílio do Município no que diz respeito à sua formação.

É o Programa Municipal de Residência Médica criado a partir de 2001, pela Prefeitura, com a municipalização do Hospital Esaú Matos, com os objetivos de incentivar a formação de médicos especialistas no município, bem como para atrair e fixar esses profissionais em Vitória da Conquista. No início, eram oferecidas vagas para pediatria, ginecologia/obstetrícia. Hoje, os graduados em Medicina têm à disposição são seis especialidades: pediatria, ginecologia/obstetrícia, medicina da família e comunidade, anestesiologia, psiquiatria e neonatologia.

Atualmente, o Programa conta com 17 residentes que realizam suas atividades práticas no Esaú Matos e demais hospitais da rede credenciada ao Sistema Único de Saúde (SUS) e na Rede Municipal de Saúde Mental. Para ingressar no Programa Municipal de Residência, o interessado deve ter concluído a graduação em Medicina e participar do processo de seleção unificada da Comissão Estadual de Residência Médica da Bahia/CEREM-BA.

Print this pageShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedIn