Vitória da Conquista celebra o mês da consciência negra

Novembro chegou e com ele o momento de Vitória da Conquista celebrar a consciência negra. Durante todo o mês, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, realizará várias atividades com os objetivos de debater e despertar a reflexão sobre a promoção da igualdade racial e o combate ao racismo.

A programação terá início na segunda-feira, 3, com o Seminário “A presença indígena e quilombola no ensino superior”, a ser realizado na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Também estão previstas Caminhada Quilombola, Sessão Especial na Câmara de Vereadores e aula de capoeira.

Confira a programação:

PROGRAMAÇÃO NOVEMBRO NEGRO 2014

Dia 03 de novembro (segunda-feira)
Local: Uesb (Vitória da Conquista)
Horário: 8h às 17h
Seminário “A presença indígena e quilombola no ensino superior”.

Dia 15 de novembro (sábado)
Local: Semtre
Horário: 14h
Roda de conversa sobre a juventude negra e quilombola
Horário: 15h30
Aulão de Capoeira com o Contra-Mestre Bolinho do Grupo Abolição
Encerramento com Samba de Roda

Dia 20 de novembro (quinta-feira)
Local: Câmara Municipal (Sessão Especial)
Hora: 8h30
Sessão especial
Entrega dos troféus Zumbi dos Palmares
Apresentação da Coordenação e do Conselho de Igualdade Racial.

Dia 22 de novembro (sábado)
Caminhada Quilombola

Dia 29 de novembro (sábado)
Local: Semtre
Hora: 9h
Palestra promovida pela Fundação Cultural Palmares.
Tema: A questão quilombola na Fundação Cultural Palmares. Reflexões sobre direito quilombola
Palestrante: Dra. Dora Bertúlio (Procuradora da República – Chefe da Procuradoria da Fundação Cultural Palmares).

 

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
22/09
Cras do Nova Cidade oferece oficina de artesanato
Desenvolvimento Social
22/09
Empossado Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência
Desenvolvimento Social
20/09
Quilombolas da região de Oiteiro recebem Bolsa Família Móvel
Desenvolvimento Social
20/09
Secretaria de Desenvolvimento Social se reúne com moradores do Bruno Bacelar