Segundo o Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020 do Governo Federal, a Assistência Social é considerada como serviço essencial, não devendo sofrer descontinuidade de suas ações. Por isso, a Prefeitura Municipal de Vitória Conquista não só deu continuidade à oferta de serviços, mas ampliou o atendimento da população com novas estratégias e a criação de unidades de atendimento específicas neste momento de pandemia.

Para se ter uma ideia da ampliação da oferta de serviços, só nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), foram realizados mais de 7.600 atendimentos no período de 23 de março a 11 de abril, segundo dados da Vigilância Socioassistencial. Os atendimentos acontecem presencialmente, remotamente (por telefone e internet) e com visitas domiciliares para casos de urgência.

O Bolsa Família e o Cadastro Único (CadÚnico) também tiveram aumento em sua procura. Nesse mesmo período, foram mais de 6.800 atendimentos que aconteceram nos 11 pontos (Cras, Semdes, Subprefeitura de José Gonçalves e Prefeitura da Zona Oeste). Além disso, foi estruturada uma Central Telefônica específica (77 3429-9437) com o objetivo de garantir o acesso da população às informações qualificadas sobre o CadÚnico/Bolsa Família e o auxílio emergencial criado pelo Governo Federal.

Já o atendimento à população em situação de rua teve um destaque especial, com a ampliação dos horários de atendimento nos Centro Pop Criança e Adolescente, Centro Pop Adulto e equipe de Abordagem Social de segunda a segunda, além da implantação de dois abrigos provisórios para população em situação de rua – um para pessoas sintomáticas e outro para assintomáticas –, além de uma extensão do Centro Pop Adulto que está funcionando na Prefeitura da Zona Oeste.

Um outro avanço importante foi a oferta de alimentação saudável para as pessoas em situação de rua, as quais estão sendo oferecidas nas unidades de atendimento à esse público.

“Nessas unidades dedicadas à população em situação de rua, nossas equipes já fizeram mais de 300 atendimentos nos Centros Pops, mais de 290 atendimentos da equipe de Abordagem”, informou o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias, que também destacou o aumento no número de refeições servidas neste período, para mais de 1.900: “nos Centros Pops nós oferecíamos apenas 2 refeições, café da manhã e lanche da tarde, agora também estamos ofertando almoço”, explicou Michael.