Técnicos da SIT realizam a 9ª medição das obras do novo aeroporto

A pista de pousos e decolagens está com aproximadamente 80% de sua extensão já concluída e pavimentada

Técnicos da Superintendência de Infraestrutura de Transportes da Bahia (SIT)*, divisão da Secretaria Estadual da Infraestrutura (Seinfra) que desde janeiro executa as funções que antes cabiam ao antigo Departamento de Infraestrutura de Transportes (Derba), estiveram em Vitória da Conquista nesta quinta-feira, 11, para a 9ª medição das obras do novo aeroporto de Vitória da Conquista.

Como ocorreu nas outras medições, a equipe concluiu que o andamento dos trabalhos continua dentro da normalidade. “Está tudo sob controle e dentro do cronograma”, resumiu a engenheira civil Regina Bergemann, da SIT, que destacou ainda o fato de que tanto a Secretaria da Aviação Civil (SAC) da Presidência da República quanto o 2º Comando Aéreo (Comar) “têm elogiado bastante o andamento das obras do novo aeroporto”.

No canteiro de obras, as máquinas não param. As vias internas de acesso estão em fase de imprimação. Outras áreas estão recebendo a terraplanagem, e a sessão contra incêndios (SCI), que abrigará o Corpo de Bombeiros, está adiantada. A pista de pousos e decolagens, que possui 2.100 metros de comprimento por 45 de largura, está com aproximadamente 80% de sua extensão já concluída e pavimentada. “Em termos de pista, esta será uma das melhores do Brasil”, garantiu o engenheiro civil Jocaeis Mariano, também ligado à SIT, e dono de uma experiência de mais de trinta anos em assuntos da aviação civil.

“As obras estão num ritmo bom e sendo executadas numa celeridade bastante significativa. Esperamos que o aeroporto possa, tão logo, entrar em operação como é o desejo do Governo Municipal e de toda a região”, ressaltou o prefeito Guilherme Menezes.

Orçado em R$ 60,3 milhões, o novo aeroporto está sendo construído numa área de 6 milhões de metros quadrados, a cerca de 15 quilômetros do perímetro urbano de Vitória da Conquista, à margem direita da BR-116. O projeto prevê um pátio para aviões com mais de 193 metros de comprimento por 50 de largura, além de pista para taxiamento de aviões, rampa de equipamentos, subestação elétrica, balizamento noturno e acessos viários.

Outra novidade é o sistema de operação por instrumento IFR (Instrument Flight Rules), que permitirá que o piloto conduza a aeronave guiando-se pelos instrumentos de bordo, sem ter de seguir referências visuais exteriores ao avião, que dependem das condições climáticas para operar.

*A substituição do antigo Derba pela SIT foi determinada pela Lei nº 13.204 de 11 de dezembro de 2014.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
22/04
Conquista disputa com o Vitória a classificação na final do Campeonato Baiano 2017
Gabinete Civil
21/04
Palmas para Vitória da Conquista: Governo Municipal discute ações do Programa
Gabinete Civil
20/04
Sindicato dos Rodoviários e vanzeiros são recebidos pela Administração Municipal
Gabinete Civil
17/04
Governo Mais Perto de Você presta contas para avançar a partir do seu marco zero