Vitória da Conquista tem alcançado resultados muito positivos quando o assunto é inovação tecnológica na área da saúde. Isso porque é um dos dois municípios escolhidos em todo Brasil para implantar um projeto pioneiro e laboratorial: o projeto BigData Péricles, desenvolvido pelo Hospital Albert Einsten em parceria com o Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde.

A implantação e o desenvolvimento do projeto na Atenção Básica são feitos em parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e, por meio do aplicativo EP Health, irá testar um algoritmo de predição da gravidade de hipertensão e prever os possíveis riscos de complicações cardiovasculares desses pacientes. “A ideia é que, através do algoritmo que os agentes comunitários de saúde vão usar, seja possível conhecer aqueles pacientes que são hipertensos mais graves e assim possam se organizar melhor junto à equipe”, explica o médico e professor da UFBA, Dr. Márcio Galvão, coordenador do Projeto em Vitória da Conquista.

O projeto é uma inovação no BigData SUS e além de Vitória da Conquista, a cidade de Teófilo Otoni também foi contemplada para implantação. A escolha dos dois municípios foi motivada na intenção de dar continuidade a um outro programa já desenvolvido, o Health Rise. O programa atendeu mais de 4500 usuários no município com o intuito de rastrear indivíduos com hipertensão e diabetes não controlados e melhorar o controle daqueles que já tinham o diagnóstico.

Ainda de acordo com o coordenador do projeto, os agentes comunitários de saúde irão testar o aplicativo nos tablets que já utilizam nas visitas, além de aferir a pressão dos pacientes e realizar uma intervenção para melhorar a adesão dos pacientes ao tratamento, principalmente aqueles de hipertensão mais grave. Os agentes irão trabalhar com uma amostra dos pacientes já captados pelo Health Rise e aplicarão um questionário – três vezes no período de 6 meses – para avaliar os resultados.

Ao todo, participarão do projeto 17 Unidades de Saúde da Família em Vitória da Conquista e 18 em Teófilo Otoni, e caso seja uma experiência bem sucedida nos dois municípios, será implantado posteriormente em todo o Brasil.

Para o Secretário Municipal de Saúde, Alexsandro Nascimento, a iniciativa e a parceria que o município está desenvolvendo com a UFBA e com o Albert Einstein são extremamente importantes dentro da rede municipal de saúde. “Com isso, estamos investindo na qualificação do acompanhamento do paciente hipertenso e, a partir desse projeto, vamos ter uma experiência de como melhorar esse acompanhamento, evitando assim, complicações precoces, óbitos prematuros de hipertensos e trazendo resultados de qualidade para a saúde da população”, destaca o secretário.

Em seu discurso, a diretora de Atenção Básica, Julieide Rosa, ainda destacou: “Defender o SUS é importante e nós estamos aqui fazendo história através de uma Atenção Primária à Saúde de qualidade. Nós estamos ajudando essa inovação tecnológica em saúde chegar ao quatro cantos do Brasil”.