Respeito e dignidade no Dia do Servidor…

…e no restante do ano, também. Hoje, a Prefeitura e a população conhecem os resultados da permanente valorização do servidor público municipal

Todos os anos, assim que se aproximam os meses de junho e de dezembro, os servidores públicos municipais fazem seus compromissos financeiros sem receio algum, pois têm como certo que seu benefício (a primeira e a segunda parcela do 13º salário, respectivamente) será depositado antes do São João e do Natal – como acontece, de forma ininterrupta, desde 1997.

E, com esse dinheiro extra nas mãos dos pouco mais de 8 mil cidadãos que trabalham no serviço público municipal, há que se considerar que a já consolidada regularidade do processo também é de interesse dos comerciantes locais. Somente este ano, estima-se que seja injetado na economia local pouco mais de R$ 17 milhões com as duas parcelas do 13º.

A pontualidade com que os vencimentos chegam às contas dos servidores não se restringe a esses dois momentos. É uma realidade que se renova a cada mês. E, antes que se diga que tal coisa não passa de mera obrigação do poder público municipal, há quase duas décadas, a realidade do servidor público municipal era bem diferente.

Embora seja um direito básico, o pagamento de salários em dia não era algo com que se pudesse contar no serviço público municipal, até meados da década de 90. Em 1996, por exemplo, os servidores ficaram seis meses sem receber salários e sem ter como fazer sequer as compras básicas. Muitos comerciantes se recusavam a vender fiado para quem trabalhasse na Prefeitura.

A situação só se regularizou a partir do ano seguinte, 1997, e assim permanece até hoje. Com o tempo, a nova lógica levou a que a imagem do servidor municipal se desprendesse daquela antiga.

Vantagens e benefícios – E credibilidade não foi conquistada somente com base na pontualidade dos pagamentos. A Prefeitura se empenhou para que o funcionalismo público municipal passasse a ser conhecido também por sua eficiência, dotando-o, cada vez mais, de servidores aprovados via concurso público.

Desde 1997, três concursos foram promovidos pela Prefeitura de Vitória da Conquista. No mais recente, realizado em 2013, foram registradas 42 mil inscrições foram registradas, visando às 1.148 vagas abertas para ocupar 86 cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os candidatos se sentiram atraídos por vantagens e benefícios já garantidos aos servidores.

Notícias Relacionadas

Administração
25/04
Governo e Sinserv avançam nas negociações
Administração
11/04
Prefeitura realiza pregão eletrônico para aquisição de asfalto
Administração
17/03
Encontro reúne gerentes e coordenadores municipais
Administração
08/03
Homenagens às servidoras municipais marcam Dia da Mulher