Qualifica Conquista promove qualificação e aperfeiçoamento profissional

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), oferece, via o Programa Qualifica Conquista, cursos de qualificação, atualização e aperfeiçoamento profissional, com o objetivo de possibilitar a inserção dos cidadãos no mercado de trabalho. Desde dezembro do ano passado, quatro novos cursos estão em andamento: corte e costura, inglês instrumental, espanhol e libras intermediário. Os cursos seguem até fevereiro.

Para a maioria dos alunos que estão matriculados, a iniciativa é uma das principais oportunidades que eles dispõem para adquirir e aprimorar conhecimentos, como é o caso da estudante Paloma Pereira. “Vi que o programa estava com inscrições abertas para o curso de corte e costura, e resolvi me inscrever. Não imaginava que iria aprender tão rápido. Já comprei minha máquina de costura. Vou treinar bastante”, afirmou bastante animada.

Mesmo sentimento sobre o curso e sobre a oportunidade é compartilhado pela cabeleireira Maria Neide dos Santos. “Já havia participado do curso de Libras, e assim que saiu esse de corte e costura, senti o desejo de fazê-lo também. Precisamos sempre aperfeiçoar nossas habilidades e essas oportunidades dadas pelo Governo Municipal são maravilhosas”, disse a cabeleireira.

Outra aluna do curso de corte e costura é a dona de casa Maria das Graças Oliveira. Para ela, participar de um momento como esse é de grande importância já que durante boa parte de sua vida teve poucas oportunidades. “Estou adorando esse curso, minhas colegas e a professora. Já havia começado duas vezes outros cursos, mas por conta de fatores externos que me impediram, não pude continuar. Nesse, estou com bastante vontade e espero ir até o final”, contou.

Quem ministra o curso de corte e costura – que tem a carga horária de 100 horas – é a professora Edimar Ferreira, conhecida como dona Zizi. Costureira desde criança, a mestre lecionou corte e costura – ofício que aprendeu com a mãe – de 1973 a 2002, quando se aposentou. Entretanto, por amor a profissão nunca deixou de dar aulas. “Estou encantada com essa turma e sempre digo às minhas alunas que ser costureira é muito importante para a sociedade porque todos precisam se vestir, não importa a classe social. Costurar é uma arte”, falou a ministrante.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
24/09
Prefeitura Móvel oferece serviços para todas as idades
Gabinete Civil
24/09
Casa própria e Prefeitura Móvel: moradores recebem escrituras no Bruno Bacelar
Educação
24/09
Ação Social movimenta Creche Municipal do Conveima
Gabinete Civil
23/09
Governo Municipal terá novo secretário de Serviços Públicos