A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista estabeleceu diálogo aberto e contínuo com os sindicatos durante toda a campanha salarial. Após ouvir as suas lideranças e expor a situação da administração, em várias mesas de negociações, o Governo Municipal comunica que chegou ao limite legal de concessão de reajustes. Os projetos de lei que definem os valores acordados foram encaminhados à Câmara Municipal de Vereadores nesta terça-feira (24).

Dessa forma, será concedido aos servidores e agentes de saúde um reajuste de 2,76%, relativo ao índice de inflação do período entre as datas-base. Essa proposta final foi apresentada ao Sindicato dos Servidores Públicos de Vitória da Conquista (Sinserv) e ao Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias (Sindacs). Além disso, o vale-alimentação também receberá um acréscimo, no valor de 5%.

Com o Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp), ficou estabelecido o reajuste de 6,81% aos professores de nível I, em respeito ao piso salarial estabelecido pelo Ministério da Educação e Cultura. Para os professores de nível II, o acréscimo salarial será de 2,76%, considerando o índice de inflação do último ano.

A Prefeitura destaca ainda que os percentuais de reajuste instituídos representam a capacidade máxima dos gastos da Administração Municipal com o pessoal, sempre tendo em vista o valor da receita e o limite permitido, conforme a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Esse aumento traduz o esforço do Governo para a melhoria dos salários dos servidores, sem perder de vista as restrições legais, o que poderia prejudicar toda a população do município.