Programa Conquista Criança agora tem Escola de Tempo Integral

Graças a essa iniciativa, 200 crianças adquirem novos conhecimentos ao mesmo tempo em que se divertem

Entrando na sala de aula, nota-se de imediato que não há aquela tradicional divisão imaginária entre o espaço ocupado pelo professor e o reservado aos alunos. As mesas e cadeiras onde os estudantes se sentam não são organizadas em filas diante do quadro. Elas são dispostas de forma harmônica pela sala, e só são utilizadas nos momentos em que os alunos lidam com as avaliações escritas.

No restante do tempo, todos – inclusive o professor – estão envolvidos em jogos pedagógicos, sem que isso signifique ficar presos a livros didáticos. Os jogos, de diversas modalidades diferentes, têm em comum a ludicidade, por meio da qual pretendem estimular nos alunos o desenvolvimento do raciocínio lógico e da coordenação motora, além dos conhecimentos em matemática e nas outras disciplinas regulares.

É assim que funcionam as seis salas de aula que, desde o início do ano letivo, compõem a mais nova unidade da Rede Municipal de Vitória da Conquista. Trata-se de uma escola criada para oferecer ensino em tempo integral, exclusivamente a educandos do programa Conquista Criança, executado desde 1997 pela Prefeitura de Vitória da Conquista.

Atualmente, estão matriculados 200 alunos: os primeiros 100, com idades entre 9 e 10 anos, cursam do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental, pela manhã; a segunda metade tem de 6 a 8 anos e se divide entre o 1º e o 2º ano, estudando à tarde. No turno oposto ao das aulas, eles têm acesso a outras atividades artísticas e culturais, principalmente através das diversas oficinas disponibilizadas pelo Conquista Criança.

A fim de evitar qualquer tipo de hierarquização, as salas não são identificadas pelo ano escolar dos alunos, e sim por personagens de Monteiro Lobato. Cada um tem seu respectivo recanto.

Construção coletiva – “A Escola de Tempo Integral é um local onde são respeitados o nível e o ritmo de desenvolvimento de cada um. No conjunto, todos aprenderão com todos e todos ensinarão a todos”, explica a coordenadora do Conquista Criança, Alcina Lúcia Simões. “O crescimento de um estará intimamente ligado ao crescimento do outro, uma vez que nada é dado pronto ao aluno. Todo conhecimento é construído por ele e pelo grupo com a mediação do educador”, complementa.

Essa construção coletiva é notada pelos educadores. A professora Daiana Soares afirma ter ficado “apaixonada” pelo método de ensino utilizado na Escola de Tempo Integral. Ela garante que, com ele, o aprendizado dos alunos se viabiliza de forma mais abrangente. “Aqui, a gente visa o desenvolvimento cognitivo da criança. Estamos aqui para fazê-la pensar”, diz Daiana.

Outra professora, Jeane Andrade, ressalta o potencial pedagógico dos jogos lúdicos. “Com certeza, o aprendizado dos meninos é mais amplo. E é nas brincadeiras que eles aprendem”, observa.

‘Lugar muito bom’ – O público atendido pela nova escola situa-se dentro daquele que já é visado há quase dezoito anos pelo Conquista Criança: pessoas com idade entre 6 e 18 anos, em situação de vulnerabilidade social – o que inclui dificuldades financeiras, vínculos familiares rompidos, entre vários outros problemas. Hoje, o programa possui cerca de 380 educandos inscritos. Testes pedagógicos feitos pela equipe de coordenação do programa identificaram aqueles que estavam aptos a participar da Escola de Tempo Integral. São estes os maiores interessados no assunto – e, naturalmente, eles também já têm o que dizer sobre a nova iniciativa.

“Aqui é um lugar muito bom para a gente ficar. A gente participa das brincadeiras, e já brinca sabendo”, relata Karina*, 10 anos, estudante do “Recanto do Saci”. Sua colega, Jamile**, 11, observa que “todas as professoras são muito legais”. E diz, ainda, que, ao chegar em casa, faz questão de contar à mãe como foi o dia na escola: “Ela pergunta se eu gostei da aula. E eu digo que sim”.

**A fim de não expor as crianças citadas na matéria, elas estão identificadas por nomes fictícios.

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
24/03
Projeto Neojiba realiza apresentação externa
Desenvolvimento Social
23/03
Violência contra mulher é tema de seminário promovido pelo Conselho Municipal da Mulher
Desenvolvimento Social
21/03
Secretaria de Desenvolvimento Social recebe moradores de ocupações
Desenvolvimento Social
21/03
Secretaria de Desenvolvimento Social recebe visita de subsecretária de Políticas para as Mulheres da Bahia