Os gastos com a educação fazem parte do orçamento do início de ano para famílias que têm filhos em idade escolar. Nessa época, surgem inúmeras dúvidas por parte dos pais quanto à compra do material solicitado pelas escolas. Para orientar os consumidores nesse sentido, o Serviço de Proteção ao Consumidor (Procon) de Vitória da Conquista apresenta algumas informações.

Em primeiro lugar, os pais ou responsáveis pelos estudantes devem conhecer o projeto didático-pedagógico da escola para verificar quais materiais de uso individual serão utilizados pelos alunos ao longo do ano. Estes sim devem ser comprados, podendo inclusive ser entregues de forma fracionada, já que alguns utensílios serão usados somente no segundo semestre.

Também devem observar se na lista existe algum material de uso coletivo, a exemplo de copos descartáveis, papel higiênico, pratos ou fita para impressora. Nesse caso, os pais precisam procurar a escola e solicitar que o material seja retirado da lista. “Se isso não acontecer, o consumidor pode procurar o Serviço de Proteção ao Consumidor”, destacou o coordenador do Procon, Carlos Públio.

O coordenador também explicou que a lista de material deve ser disponibilizada antes mesmo do ato da matrícula e o material que sobrou do ano anterior deve ser devolvido aos alunos. “Assim os pais podem avaliar o que pode ser reaproveitado”, explicou o coordenador.

Em caso de dúvidas ou denúncias, os consumidores podem procurar o Procon, que está localizado na Praça Virgílio Ferraz, nº 86, Centro. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30.