Mães de Conquista e região compareceram para os testes

No próximo sábado (27) acontece mais um dia de mutirão

Na manhã deste sábado (20), a estudante Luciana Melo compareceu ao Centro de Diagnóstico e Imagem do Hospital Municipal Esaú Matos para um compromisso importante: levar a pequena Anallu, de três meses de vida, para fazer os testes do olhinho, da orelhinha e o BERA. Além dela, pelo menos, outros 49 bebês foram atendidos neste primeiro dia de mutirão dos chamados testes de triagem neonatal realizado pelo Esaú.

“Ficamos preocupadas com a saúde dos nossos filhos e, com esses mutirões, podemos ficar tranquilas porque sabemos de forma mais ágil e fácil como eles estão. Achei muito importante”, avaliou Luciana.

Anallu foi submetida a três testes da triagem neonatal

Além dos testes do olhinho, da orelhinha e o BERA, foram realizados os testes da linguinha e do coraçãozinho. “É através dessas triagens que nós conseguimos identificar alguma alteração no bebê. E quanto mais cedo diagnosticadas, melhores são as chances de tratamento. Por isso, o Esaú Matos proporcionou este mutirão, beneficiando não apenas pacientes de Vitória da Conquista, mas da região”, enfatizou o fonoaudiólogo do hospital, Jorge Fernando.

E para que este primeiro mutirão fosse realizado, a parceria com o Centro Municipal de Reabilitação Física e Auditiva (Cemerf) – ligado à Secretaria Municipal de Saúde – foi fundamental. “Temos no Cemerf, a saúde auditiva e, em função disso, os equipamentos e profissionais que vieram dar esse suporte aqui. A ideia da união dos dois órgãos foi proporcionar uma completude da triagem neonatal”, comentou a gerente auditiva do Cemerf, Carolina Mota.

Exame BERA, realizado em Anallu, analisa a integridade das vias auditivas nervosas

De acordo com Carolina, a expectativa é que o mutirão aconteça periodicamente. “Por isso, já estamos vendo o que precisa ser ajustado para que esse mutirão aconteça com certa frequência para que nenhum bebê fique sem assistência. Inclusive, no próximo, queremos incluir também o teste do pezinho”, contou.

Esta semana, um otorrino atenderá as crianças cujos testes auditivos apresentaram alterações para fazer os encaminhamentos necessários.

União entre as equipes do Cemerf e do Esaú foi fundamental para sucesso do mutirão

Nova oportunidade – No próximo sábado (27), acontece mais um dia de mutirão. Para ser atendido, é necessário que o paciente agende previamente a consulta por meio do telefone (77) 3420-6206 ou presencialmente no Centro de Diagnóstico e Imagem (CDI) do Esaú Matos ou no Cemerf (Avenida Olívia Flores, nº 3000, Candeias).

No momento da consulta, além dos documentos pessoais, deve ser apresentada a solicitação de procedimento para a triagem emitida pelo hospital em que o bebê nasceu.