Prévia do Festival da Juventude reúne diversos ritmos e estilos

Evento demonstrou a expectativa que a cidade vive para a chegada desse grande evento que faz parte do calendário cultural de Vitória da Conquista

Diversidade de ritmos musicais foi a grande marca da prévia do Festival da Juventude, realizada na tarde desse sábado, 25. Não é à toa que um público de vários estilos lotou a Praça da Juventude durante as apresentações, já demonstrando a expectativa que a cidade vive para a chegada desse grande evento.

O coordenador municipal da Juventude, Rudival Maturano, revelou que foi visualizada a necessidade de se realizar esse momento que antecede o Festival da Juventude, para divulgação, encontro e interação entre os jovens. “Nada mais justo do que a gente privilegiar bandas da cidade, que tiveram boa pontuação na seleção, mas não vão tocar no palco principal, para compor esse momento de protagonismo fundamental, que é de mobilização para o Festival”, explicou.

A festa começou ao som de Buena Brisa, trazendo o mais autêntico reggae music. Letras fortes e ritmo contagiante marcaram a apresentação. Logo em seguida, subiram ao palco os Nobres Companions. Além das músicas já conhecidas do público, o grupo também lançou novas canções dentro do seu singular estilo pop. Por fim, foi a vez do rap do Bonde do Rebento contagiar a galera. Um dos vocalistas da banda, Syan, destacou a importância de participar da prévia: “É uma ótima oportunidade, principalmente porque a gente está começando e precisa de visibilidade na cena local. É muito bom para expor o nosso trabalho e dar incentivo para continuar na caminhada.”

Pessoas de todos os gostos e idades participaram da prévia do Festival da Juventude. A fotógrafa Bruna Caroline aprovou a iniciativa. “Eu estou gostando muito, acho que é um espaço onde os jovens podem se sentir à vontade e ter contato com as bandas que eles gostam”, contou.

Para o professor Francisco Cardoso, a importância do Festival se dá, sobretudo, por resgatar alguns estilos musicais que costumam ser marginalizados na sociedade, como o reggae e o rap, mas que são expressões que mais acolhem os jovens para tratar de temáticas sociais. “O formato do Festival é uma grande iniciativa, até porque os jovens do nosso país precisam cada vez mais de uma formação que o acolha no seio da sociedade, e essa é uma ótima oportunidade”, finalizou.

Notícias Relacionadas

Notícia Destaque
14/11
Transporte coletivo: Prefeitura informa sobre mudanças em linhas do Conquista VI
Notícia Destaque
13/11
Plantão da Gerência de Postura apresenta balanço dos primeiros meses de funcionamento
Comunicação
13/11
Prefeitura apresenta novo portal nesta segunda-feira,16
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/11
Prefeitura entrega Barragem de Boa Vista nesse sábado, 14