O atendimento nos Cras acontece de forma individual e pode ser agendado com equipe da unidade

Com a pandemia do coronavírus, alguns serviços da Assistência Social tiveram suas dinâmicas alteradas, a exemplo do atendimento presencial dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Vitória da Conquista, que desde o dia 30 de março, passou a funcionar das 8h às 14h. Já o Programa Bolsa Família teve suas ações descentralizadas e ampliou o atendimento que antes acontecia a cada 15 dias, agora acontece de segunda a sexta-feira. Os demais serviços são ofertados por meio remoto.

Segundo a Vigilância Socioassistencial, não houve diminuição no volume de atendimento das unidades. Foram realizados, nas últimas três semanas, mais de 7.390 atendimentos, o que demonstra a importância destas unidades diante da pandemia, onde as pessoas precisam das ações de proteção social ofertadas nestes espaços.

Todos devem utilizar máscara e respeitar o distanciamento durante o atendimento

Em cada uma das oito unidades, os atendimentos seguem as orientações de segurança que visam proteger usuários e servidores em tempo de pandemia. “Os Cras são essenciais na vida das famílias conquistenses. Estamos garantindo a manutenção do atendimento, de forma individualizada, nos equipamentos, haja vista a necessidade de acolhida, orientação e proteção à população mais vulnerável que demanda por apoio material e suporte psicossocial neste momento de crise e incertezas”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias.

As únicas ofertas que foram suspensas, neste período, foram as atividades em grupo, mas o atendimento individual continua de forma presencial e remota com as equipes do Programa Primeira Infância no SUAS, Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).