Prefeitura regulariza casas do Vila América

casas-vila-america

A Prefeitura deu início a mais uma etapa do processo de regularização fundiária do Vila América. A reunião ocorrida na tarde dessa terça-feira, 26, na sede do Cras II, marcou o início da segunda etapa do processo, que agora contempla aproximadamente 120 famílias que vivem na chamada Gleba C do bairro.

O processo consiste numa série de medidas sociais, ambientais, urbanísticas e jurídicas, cujo objetivo é garantir que essas pessoas, que vivem há anos no bairro, tornem-se de fato proprietárias de seus lotes. “Este é um momento esperado por vocês e também por nós, do Governo Municipal. É o momento em que vocês conseguem as escrituras de suas casas”, informou aos moradores o prefeito Guilherme Menezes.

Na primeira etapa, realizada no segundo semestre do ano passado, foram beneficiadas mais de 330 famílias, cujos lotes se localizam na Gleba B. O processo é finalizado com a entrega gratuita das escrituras registradas no Cartório de Registro de Imóveis. O documento garante aos moradores a posse do terreno.

Durante a reunião de hoje, os moradores da Gleba C conheceram detalhes do processo de regularização fundiária. A diarista Iolina dos Santos, que mora há oito anos no Vila América, já antevê os aspectos positivos da medida. “Melhora em tudo, graças a Deus. O Governo Municipal fez uma coisa muito boa”, disse a moradora.

Iolina percebeu também que, junto com a regularização fundiária, o bairro recebe outros benefícios, como a construção de uma creche municipal e uma quadra poliesportiva, além da pavimentação de 107 vias. O investimento, que, além da aplicação de asfalto, envolve também serviços de drenagem, é de R$ 14 milhões.

Com isso, a diarista considera que seu bairro ficará ainda melhor do que já é. Sua rua, a Felipe dos Santos, por exemplo, foi pavimentada entre outubro e novembro de 2015. “O bairro é muito bom, sossegado. Agora, passou o asfalto lá e melhorou muito”, contou.

O Vila América foi o primeiro loteamento a integrar o Programa Municipal de Habitação Popular, lançado pela Prefeitura em 1997. Naquele momento inicial, foram beneficiadas mais de 4 mil famílias. Em dezembro de 2015, o bairro completou 18 anos.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
20/05
Prefeitura discute projeto de lei sobre regulamentação do trabalho dos bombeiros civis
Gabinete Civil
19/05
Prefeitura atende demanda histórica dos professores e convoca aprovados em concurso para todas as vagas existentes
Gabinete Civil
19/05
Prefeito e secretariado se reúnem com a Fundação Dom Cabral
Gabinete Civil
19/05
Audiência Pública debate a criação da Secretaria de Segurança Pública e da Guarda Municipal