Serviço foi pedido por moradores para facilitar o acesso à cavalgada que acontece no domingo (22); outras quatro intervenções estão em andamento

Nesta semana, a Prefeitura de Vitória da Conquista enviou uma patrulha mecanizada para melhorar as condições de tráfego da estrada que liga a BR-116 ao povoado de Itaipu (a pouco mais de 32 quilômetros da zona urbana, na região do distrito de José Gonçalves). O serviço consiste, basicamente, na terraplanagem da via, seguindo a lógica do “abaulamento”.

A recuperação do trecho foi um pedido de moradores, a fim de facilitar o acesso à localidade. Como justificativa, eles alegaram que, no próximo domingo (22), acontece a 29ª edição da Cavalgada de Itaipu.

Na edição de 2017, o evento reuniu cerca de 2 mil pessoas – entre elas, aproximadamente 500 cavaleiros, vindos de outras localidades rurais de Vitória da Conquista e até de outros municípios, como Anagé, Barra do Choça, Planalto e Poções.

“Agora, vai melhorar. Tanto para os cavaleiros quanto para as outras pessoas que usam a estrada”, avalia Adriana Ferreira, integrante da comissão que organiza a 29ª Cavalgada de Itaipu.

Também foi essa a opinião do comerciante Erinaldo Teixeira. “A estrada ficou boa. Melhorou bastante, mesmo”, afirma Teixeira, que é proprietário de um mercado em Itaipu há 12 anos.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, José Willian Nunes, o serviço é pontual, especificamente direcionado à preparação para a cavalgada. Mas outras intervenções já estão reservadas para as estradas da região que inclui Itaipu.

“Pedimos à comunidade para ter um pouco de paciência, porque a determinação do prefeito, e também a nossa, é de fazer toda a região”, informa o secretário. “No momento, é um serviço apenas para atender à comunidade. Agora, a máquina vai continuar na região para a gente fazer tudo o que for preciso em termos de estrada”.

Outros serviços – No que se refere ao serviço de recuperação de estradas rurais, a Prefeitura mantém outras quatro frentes de trabalho em andamento, além da intervenção em Itaipu. Duas delas se concentram na região de José Gonçalves, uma abrange São João da Vitória e outra ocorre em Bate-Pé. Juntas, essas operações deverão recuperar mais de 260 quilômetros de estradas rurais.