A instrutura Lorena Leal e os alunos do Cidadão Aprendiz receberam o palestrante Wal Cordeiro.

Com objetivo de levar informações sobre gestão financeira para os participantes do projeto Cidadão Aprendiz, na manhã desta quinta-feira (09), no Instituto Federal da Bahia (Ifba), a coordenação do projeto realizou uma palestra sobre Educação Financeira, com o consultor financeiro e autor do livro “Gestão Financeira Doméstica”, Wal Cordeiro.

Durante a palestra, Wal apresentou ferramentas de gestão financeira, como a planilha onde se devem responder três perguntas: “Estou investindo o dinheiro de maneira correta?” ; “Tenho seguido as prioridades de valores estabelecidos na planilha?”; “Estou usando, realmente, a planilha?”.

“Para mim é uma alegria poder falar com jovens nesta faixa etária, entre 14 e 20 anos, porque eu sei que eles podem ainda se planejar. Com estas  ferramentas, espero que eles possam fazer um planejamento estratégico pessoal. Nelas, eles devem colocar seus sonhos e visões para um futuro e lutarem para alcançar seus objetivos, aproveitando essa grande oportunidade oferecida pelo Governo Municipal”, ressaltou Wal.

A estudante do projeto, Gisele Moraes, que mora no bairro Senhorinha Cairo, não vê a hora de começar a trabalhar e de colocar em prática todo o aprendizado da etapa de aulas que está acontecendo no Ifba. “Gostei muito da aula sobre gestão financeira. Agora, me sinto capaz de planejar melhor como vou investir o dinheiro que receber do meu trabalho”, declarou Gisele.

Gisele não vê hora de começar a por em prática tudo quem vem aprendendo nas aulas do Ifba.

O Cidadão Aprendiz – Consiste em um projeto de aprendizagem profissional realizado pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, o Instituto Federal da Bahia (Ifba), o Ministério Público do Trabalho, o Ministério do Trabalho e o Ministério Público Estadual e empresa ECPL Empreendimentos, implantado no município dentro da modalidade de cotas sociais, com qualificação teórica e prática. A Prefeitura é a responsável pela qualificação prática dos jovens; o Ifba, pela sua formação teórica, que se dará na área administrativa e de apoio a usuários de informática. Além disso, os jovens contam com o apoio da Rede de Atenção, ofertado por uma equipe técnica composta por psicólogo, pedagogo e assistente social, durante todo o período de contrato.