População aguardando atendimento na 10ª edição da Prefeitura Móvel

Na manhã dessa sexta-feira (22), a 10ª edição da Prefeitura Móvel chegou no Centro Municipal de Educação Paulo Freire (Caic), beneficiando os bairros Urbis IV, Urbis V, Bateias 2 e adjacências. Realizada desde 2017, o evento já beneficiou mais de 100 mil pessoas por meio de serviços e intervenções estruturais realizadas nos locais por onde passou.

“Nós estamos nessa 10ª edição comemorando. Temos uma média 10 mil atendimentos por edição. São ações do Governo antes, durante e depois. E vamos continuar levando governo a outros bairros e povoados do município”, declarou o prefeito Herzem Gusmão.

A Prefeitura de Vitória da Conquista levou diversos serviços, a exemplo dos atendimentos de saúde, psicossocial e médico, Bolsa Família Móvel, atividades culturais e educacionais. Cida Santos da Conceição é mãe de quatro alunos do Caic e soube ontem do evento. Hoje cedo, ela estava na Prefeitura Móvel e parabenizou a iniciativa: “Está muito bonita e organizada. Gostei bastante. Já fui atendida em quatro lugares e vou ficar aqui até estender a hora pra eu participar mais pois é muito bom para comunidade”.

Prefeito Herzem Gusmão reunido com membros da comunidade

Além de ter acesso aos serviços, na Prefeitura Móvel, a população tem também oportunidade de se reunir com o prefeito no seu gabinete. “Como líder comunitário da Urbis V, estou muito satisfeito. Há um bom tempo não víamos isso aqui e agora o prefeito está chamando a gente para conversar. Entregamos uma pauta de reivindicações e boa parte já foi concluída e vai dar continuidade as demais”, disse o morador da Urbis V, Laudemir Ribeiro.

O Caic recebeu reformas e a Secretaria de Mobilidade renovou os abrigos de ônibus do local para fornecer mais conforto aos usuários de transporte público coletivo urbano

Antes da Prefeitura Móvel, várias intervenções foram realizadas pelas secretarias municipais de Mobilidade Urbana (Semob); de Meio Ambiente (Semma); de Saúde (SMS) e de Serviços Públicos (Sesep). A horta escolar também foi refeita pela Secretaria Municipal de Agricultura. Três canteiros e um estaleiro foram instalados. Segundo o coordenador de Promoção Agropecuária, Eduardo Castro, o canteiro utiliza 30% de água em relação a horta convencional.

“A comunidade está satisfeita e agradecida com o trabalho que tem sido feito aqui no bairro”, comentou o comerciante Josenaldo Oliveira, durante o encontro com o gestor municipal.