A Prefeitura de Vitória da Conquista é a responsável por grande parte dos serviços essenciais que continuam funcionando no período da quarentena. Um desses serviços é o abastecimento de água para a zona rural do município, que segue sem interrupções. Por mês, são distribuídos, em média, 6 milhões de litros de água potável.

Por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, 10 caminhões-pipas saem diariamente da sede do município e seguem para os povoados para atender a população que não tem outra forma de abastecimento. De acordo com a coordenação, são mais de 300 mil litros de água por dia. “Cada pipeiro dá, em média, três viagens por dia. Atendemos a mais de 150 povoados, muitos desses locais dependem completamente do abastecimento do caminhão-pipa”, explica Fábio Paes, que gerencia a saída dos caminhões.

A água que sai da sede do município é tratada e própria para o consumo humano, direto do ponto de abastecimento da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) para as localidades rurais. “Em algumas regiões, a água é colocada em caixas de 10 mil litros, pra toda vizinhança. Isso depende da necessidade de cada região. Existem famílias, por exemplo, que não têm acesso a poços ou estão muito distantes dos reservatórios maiores, aí a água vai direto para o seu reservatório”, afirma o coordenador de abastecimento, Carlos Augusto Aguiar. “Onde precisar de água na zona rural, a gente chega. É pra não deixar o povo com sede”, complementa.   

Nesse período de pandemia, para não interromper o serviço, os motoristas estão utilizando máscaras e tomando todas os cuidados durante as viagens e ao realizar a distribuição da água.