Prefeito Herzem Gusmão e comitiva conhecem aterro sanitário de Uberlândia (MG)

Nesta quarta-feira (11), o prefeito Herzem Gusmão fez uma visita de cortesia à Prefeitura de Uberlândia (MG) para observar de perto o sistema de saneamento do município mineiro. Uberlândia é uma grande referência em esgotamento sanitário no país: tem aproximadamente 100% do esgoto tratado; e todo o lixo, inclusive o da zona rural, é adequadamente disposto em aterros sanitários. Além disso, é a única cidade do interior do Brasil a possuir uma usina geradora de energia a partir do gás metano, liberado pela decomposição de lixo orgânico.

Disposto livremente pelo meio ambiente, o gás metano é um grande vilão: afeta a natureza e causa desequilíbrios, como o efeito estufa. No entanto, quando bem aproveitado, transforma-se em biogás, o mocinho da energia sustentável. “Hoje é possível queimar o metano através de drenos, mas é um dinheiro desperdiçado”, explica a engenheira Márcia Amorim, da Secretaria de Serviços Públicos. “O gás poderia ser reaproveitado em forma de energia, economizando custos e beneficiando a população”. Uberlândia adotou a técnica, que chega a gerar energia limpa e econômica para cerca de 20 mil residências.

Prefeitos Odelmo Leão (o terceiro da esquerda para direita) e Herzem Gusmão conversam com suas equipes: “Conquista é uma cidade-irmã de Minas Gerais. Estamos à disposição para ajudá-la no que for preciso”.

“Uberlândia está na vanguarda do saneamento – e isso é muito bom. Estudos comprovam que, para cada um real gasto em saneamento, economizam-se dois em saúde pública”, afirma Eduardo Lima, diretor de energia da empresa de engenharia ambiental Limpebras. “Nossa operação consiste em aterrar resíduos sólidos em aterros sanitários com impermeabilização do solo, proteção do lençol freático e dos aquíferos do entorno. O tratamento do chorume é consequência e o biogás é transformado em energia elétrica”.

E o melhor: o projeto de energia de Uberlândia é recente – foi concluído em 2011 e registrado no protocolo de Quioto. “Esta é mais uma prova de que se é possível fazer muito em pouco tempo, quando se tem vontade de mudança. Estou impressionado com o sistema de esgotamento de Uberlândia, e com a hospitalidade do prefeito Odelmo Leão. Pretendemos avaliar o projeto minuciosamente e adaptá-lo para trazer todas essas glórias de Deus para Conquista”, declarou o prefeito Herzem Gusmão.

O prefeito Odelmo Leão agradeceu os elogios e colocou-se à disposição para auxiliar Vitória da Conquista no desenvolvimento de um novo projeto de saneamento básico.  “Acredito que a terceirização seja o caminho e que um aterro sanitário sustentável seja a saída definitiva para a questão do lixo. Graças a esses avanços que hoje estamos extraindo do lixo – do lixo, vejam só – gás para produzir energia elétrica barata para a população. Conquista está quase na fronteira: é uma cidade-irmã de Minas Gerais. Estamos à disposição para ajudá-la no que for preciso”, disse.

Na visita, acompanharam o prefeito o secretário de Serviços Públicos Paulo César Oliveira e o secretário de Trabalho Emprego e Renda, Cláudio Cardoso.

Uberlândia (MG) é a única cidade do interior do Brasil a possuir uma usina geradora de energia a partir do gás metano, liberado pela decomposição de lixo orgânico

Cidades de excelência, inspiração para a competência – Uberlândia não é a única cidade visitada recentemente por uma equipe da Prefeitura de Vitória da Conquista. Em busca dos melhores projetos do país para as mais diversas áreas municipais, o prefeito Herzem Gusmão também visitou Sobral (CE), uma das cidades-modelo em educação básica no Brasil.

A cidade tornou-se referência nacional de gestão educacional ao atingir a primeira colocação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Este resultado foi possível graças a um trabalho coletivo, focado na erradicação do analfabetismo, na diminuição da evasão escolar e na valorização do professor e na meritocracia.

Agora o modelo sobralense será aplicado em Vitória da Conquista – uma das cinco primeiras cidades escolhidas pela Fundação Lemann para replicar a iniciativa. “O projeto de Sobral é extremamente importante para a política educacional que estamos implantando no município. Pretendemos, com essa experiência, melhorar a educação básica conquistense e alcançar índices tão avançados no Ideb quanto os do município cearense”, enfatizou o prefeito Herzem Gusmão.