Papo de Cinema reúne público e realizadores de filmes exibidos na Mostra Cinema Conquista

‘Como estudante e futura realizadora de filmes, é muito legal bater um papo com pessoas que já estão no ramo há muito tempo’, disse Raíza Silva, da Uesc

Um dos principais chamarizes da Mostra Cinema Conquista, além dos filmes, das oficinas e das conferências, é o chamado Papo de Cinema. Trata-se de uma oportunidade que os participantes têm de conversar diretamente com diretores, produtores, enfim, as pessoas que estão por trás dos curtas e longas-metragens exibidos durante as sessões.

O desta quinta-feira, 8, reuniu no Teatro Glauber Rocha Ricardo Targino, diretor do longa Quase samba, exibido na noite de quarta, 7; Rogério Luiz Oliveira, professor do Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e realizador do curta J. C. D’Almeida – Uma foto-síntese; Luciana Lemos, diretora do curta SeteOito, visto também na noite dia 7; e George Neri, cujo filme, o curta Sísifo do Vale, foi exibido às 18h de quinta, 8.

Cada um falou sobre sua obra e, em seguida, todos responderam às perguntas do público. Na verdade, foi algo imperdível para a estudante Raíza Lima e Silva, do curso de Comunicação Social – Rádio e TV da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Natural de Brumado, ela morou muitos anos em Vitória da Conquista, antes de ir estudar no sul da Bahia.

Agora, de férias e junto da família, é a quarta vez que ela participa da Mostra Cinema Conquista. E demonstra especial apreço pelo Papo de Cinema. “É uma coisa fantástica para mim. Como estudante e futura realizadora de filmes, é muito legal bater um papo com pessoas que já estão no ramo há muito tempo. A oportunidade de ter essa conversa mais informal com alguém que fez um filme é muito interessante”, exultou.

‘Gratificante’ – Além de fazer suas perguntas, Raíza expôs suas impressões sobre os três filmes que já havia visto: Quase samba, J. C. D’Almeida – Uma foto-síntese e SeteOito. E o fez diretamente para os respectivos diretores. Ao fim da atividade, disse ter considerado a experiência “muito gratificante”.

“Você tem como perguntar coisas como o que achou do filme para essas pessoas, tirar dúvidas, colher referências. E tudo vira um processo de aprendizado. O Papo de Cinema, para mim, é um dos espaços mais interessantes da Mostra”, comemorou a futura cineasta.

Próximo Papo – E a programação continua. O Papo de Cinema de sexta-feira, 9 – infelizmente o último dia da Mostra Cinema Conquista – reúne, também no Teatro Glauber Rocha, às 10h30, os diretores Amanda Moleta (Retratos de identificação), Eryk Rocha (Campo de jogo), L. H. Girard (A bicicleta de Kant), Marcus Curvelo (Com fome no fim do mundo) e Glauber Lacerda (A rosa púrpura de André Cairo).

Notícias Relacionadas

Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
13/12
Natal Conquista de Luz: Prefeitura divulga ordem de apresentação dos artistas
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
12/12
Finais do Campeonato de Futebol da Zona Rural acontecem neste domingo, 17
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
12/12
Luzes natalinas serão acesas na noite desta terça, 12, na Tancredo Neves
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
11/12
Meninas da Bola conquistam 1º Campeonato de Futebol Feminino da Zona Rural