Professores do 1º ao 3º participando da formação do PACTO-PNAIC

Dando continuidade aos cursos de aperfeiçoamento para professores da Rede Municipal de Ensino, a Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realiza encontros com educadores que atuam nas turmas de 1º ao 3º ano. As atividades acontecem durante toda a semana no Centro de Formação Lions Clube e no Polo da Universidade Aberta do Brasil.

“Essa formação atende aos profissionais que atuam no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, o Pnaic”, esclareceu a coordenadora de Projetos da Secretaria Municipal de Educação, Tânia Novais. Tânia ressaltou também que as capacitações permitem aos educadores otimizarem a utilização do material oferecido em sala de aula, por meio de atividades práticas e teóricas.

Professora do 2º ano na Escola Municipal Moisés Meira, Neuma Pereira, foi uma das educadoras que, na manhã desta terça-feira (12), discutiu a importância das brincadeiras e jogos no ensino da matemática. “Matematizar com jogos, registros e rodas de conversa é um grande desafio e também uma ótima estratégia para que os nossos alunos adquiram os conhecimentos necessários”, disse.

E Eliana Lopes, que atua na mesma escola, completou: “essa é uma forma de expandirmos os nossos conhecimentos, socializarmos as nossas experiências e buscarmos sempre o melhor para levarmos às salas de aula”.

Professoras Neuma Pereira e Eliana Lopes na Formação do PACTO-PNAIC

Proposta de melhorias no processo de alfabetização – Também esta semana, professores das turmas de 3º ano estão conhecendo a nova proposta para ser desenvolvida em sala de aula. Trata-se do projeto “Alfabetização, Letramento e Raciocínio (ALER).

O objetivo desse plano de ação, formulado após diagnóstico de aprendizagem feito com os alunos, é criar condições que favoreçam o processo de alfabetização. “O nosso desejo é que ao final do ano, os estudantes da Rede Municipal tenham alcançado níveis satisfatórios de leitura, escrita e conhecimento das operações matemáticas”, declarou Tânia Novais.

“Estou achando a proposta maravilhosa e acredito que essa intervenção, bem como as atividades por ela apresentadas vão melhorar muito o trabalho do professor e facilitar o aprendizado dos alunos”, disse Lilian Leal, professora da Escola Municipal Zulema Cotrim. E a professora Mirian Santos completou: “a Secretaria de Educação acertou, pois essa proposta trabalha e se preocupa em sanar as dificuldades dos alunos no dia a dia da sala de aula”.

As professoras Mirian Santos e Lilian Leal conhecem a Proposta de Intervenção para alunos do 3º Ano