Orçamento Participativo reúne moradores das Vilas Serranas e do Senhorinha Cairo na 34ª plenária do ano

Comunidade compareceu em número suficiente para eleger quatro delegados e dois suplentes

Tendo realizado a 34ª plenária de 2015 na noite de terça-feira, 22, reunindo moradores das Vilas Serranas e do Senhorinha Cairo na Escola Municipal Frei Serafim do Amparo, tornou-se possível dizer que o Orçamento Participativo concluiu a primeira metade do caminho para o 11º Congresso de sua história, a ser realizado no dia 31 de outubro, no Cemae.

A comunidade compareceu em número suficiente para eleger quatro delegados e dois suplentes. Serão eles os responsáveis por defender, no evento, as duas demandas eleitas como prioridades da região.

Com participação direta desde o primeiro congresso, promovido em 1997, Maílcio Nogueira, o “Mazinho”, talvez seja um dos mais antigos militantes desse instrumento de participação popular. Tanto tempo de militância lhe assegurou desenvoltura para descrevê-lo. “O OP é uma ferramenta que a comunidade conquistense tem usado para adquirir, primeiro, o espaço de discussão. E, depois, as obras que são necessárias”, avaliou Mazinho, que é presidente da Associação de Moradores das Vilas Serranas 3 e 4.

O líder comunitário citou, como exemplo de obras alcançadas por meio do OP na região, a construção da própria escola onde se realizou a plenária, e ainda quadra poliesportiva, pavimentação com sistema de drenagem e a recente construção da Academia da Saúde. “É uma escola da democracia, onde os cidadãos podem opinar, criticar, sugerir e construir uma cidade mais justa e feliz para se viver”, observou.

A imagem da discussão democrática que se transforma em obras de verdade também foi evocada pelo vigilante Valdirce Prado, também morador das Vilas Serranas. “O OP é uma data que a gente tem para reivindicar as ideias e colocá-las em prática, para formalizar o pedido de realização de obras. E, aqui, já nos tem atendido em várias demandas”, descreveu o morador, também veterano de outros congressos do OP.

Mas também houve quem participasse pela primeira vez, como o mecânico Luciano Correia, que mora há 23 anos no Senhorinha Cairo – bairro que, recentemente, foi beneficiado com a construção de uma nova creche e a pavimentação (com drenagem, passeios e meios-fios) de 48 vias. “É bastante importante, porque nós temos um conhecimento dos gastos que serão aplicados na nossa cidade”, constatou. “É através do OP que vamos reivindicar para que possamos ter as melhores condições nos nossos bairros”.

Notícias Relacionadas

Governo
10/08
Prefeitura participa de cerimônia dos 70 anos da Fecomércio
Governo
11/07
Conquistense poderá fazer recadastramento biométrico no Centro Glauber Rocha
Governo
21/06
Governo e comunidade se reúnem para construção coletiva da LDO
Governo
23/03
Moradores do Coveima são recebidos pelo Governo Mais Perto de Você