A nutricionista Isabella Pinheiro apresentando as formas de introdução a alimentação

Começou neste domingo (10), no Teatro Carlos Jehovah, o I Seminário do Dia Mundial de Doação de Leite Humano. O evento é promovido pelo Banco de Leite Humano do Hospital Municipal Esaú Matos, com o tema: “Doe Leite, Doe Vida”.

Durante toda tarde, mães e gestantes participaram de oficinas. Foram elas: ‘Teatro para gestantes’, com a técnica em Assuntos Culturais, Daisy Andrade; ‘Ritual do escalda-pés’, com a fisioterapeuta Edleide Effgen; e ‘Introdução Alimentar’, com a nutricionista Isabella Pinheiro.

Oficina com a professora de teatro Daisy Andrade

Recomendada a partir dos seis meses de vida, pois até este período é recomendada a amamentação exclusiva, a introdução alimentar é dividida em dois tipos, segundo a nutricionista Isabella. Um é a papinha, que é mais tradicional, e a chamada introdução participativa, em que os alimentos são ofertados em forma de tirinhas.

“Este é um momento muito importante. Os pais devem ter um pouco de paciência, tudo deve ser feito respeitando o tempo da criança, pois durante seis meses o único alimento dela foi o leite”, pondera a nutricionista, que completa: “e o leite deve ser ofertado ainda até um ano de idade, acrescido de alimentos saudáveis como frutas e verduras”.

Jaqueline Silva Aragão, mãe de Isadora, 10 meses, participou de todas as oficinas e pretende assistir as palestras. “Gostei muito, tirei dúvidas quanto a alimentação, vi que estava fazendo coisas erradas e agora vou poder fazer certo. Eu e minha filha nos sentimos muito bem”, ressaltou Jaqueline.

Jaqueline e sua filha Isadora aproveitaram todas as oficinas