Oficina “Arquitetura das relações” abre programação das atividades de formação do Festival da Juventude

Os encontros acontecerão das 14h às 18h até o dia 30 de abril, no Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura

Oficialmente, o Festival da Juventude começa no dia 30 de abril, próxima quinta-feira, mas já tem atividade rolando desde essa quarta, 22. É a Oficina “Uma Arquitetura das Relações” ministrada pela artista visual, arquiteta e urbanista, Cinira d’Alva, no Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura. Os encontros acontecerão das 14h às 18h até o dia 30 de abril.

O trabalho da oficina acontece como uma espécie de laboratório, que tem como proposta a intervenção de forma coletiva no Centro Glauber Rocha, mas poderá se estender para toda cidade. “A ideia é que as intervenções possam interagir com as pessoas, com o espaço. Este exercício que vamos praticar durante essa semana é a mudança de percepção do mundo, do que é o eu, do que é o outro, de forma cuidadosa, de forma ética, com liberdade para agir”, explicou Cinira.

“Construir coisas juntos, o encontro com as pessoas e a possibilidade da interação” foram os motivos para a estudante Isis Miller participar dessa oficina. Já para o estudante Rafael Vieira de Almeida a curiosidade foi que o levou para oficina. “Pude perceber, neste primeiro dia, que a arquitetura das relações tem tudo haver com a construção coletiva, com a nossa relação com os objetos e com o nosso próprio eu”, avaliou Rafael.

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
18/08
Morar Legal coleta assinaturas dos moradores do Parque da Colina
Meio Ambiente
18/08
Projeto Eco Kids e Eco Teens: Colégio Estadual Camilo de Jesus Lima lança jornal
Notícias
18/08
Vigilância Sanitária realiza palestra para comerciantes de alimentos do Festival de Inverno
Desenvolvimento Social
17/08
Prefeitura conhece projeto “Mãos que Reciclam” da Defensoria Pública