Obras do novo aeroporto passam pela 12ª medição

Primeira etapa deve estar pronta até o final do ano; a segunda, que inclui o terminal de passageiros, será executada em 2016

Pela 12ª vez, técnicos da Superintendência de Infraestrutura de Transportes da Bahia (SIT), ex-Derba, estiveram em Vitória da Conquista para medir o andamento das obras do novo aeroporto da cidade. A obra está em pleno andamento no canteiro de obras com área total de 6 milhões de metros quadrados, a cerca de 15 quilômetros do perímetro urbano. A medição, concluída nessa quarta-feira, 10, foi acompanhada pelo prefeito Guilherme Menezes, e ainda por integrantes do Governo Municipal e vereadores.

Como ocorreu nas medições anteriores, a equipe voltou a constatar que as obras seguem em ritmo acelerado e dentro do cronograma original. A primeira etapa inclui o balizamento da pista para pousos e decolagens, as vias de acesso internas, o pátio para aeronaves, a cerca patrimonial e a sessão de combate a incêndios. “Daqui até novembro ou dezembro, devemos cumprir tudo, embora o contrato vá até janeiro do próximo ano”, afirmou o engenheiro Roberto Almeida, da SIT.

‘Fase de conclusão’ – Após conferir a pista (2.100 metros de comprimento por 45 de largura), já bem próxima dos 100% de conclusão e restando apenas a aplicação de uma última camada de asfalto, o prefeito Guilherme Menezes constatou o estágio adiantado em que as obras se encontram. “Já estamos com a primeira etapa desta obra praticamente em fase de conclusão. Tanto que já estão sendo cumpridas as tratativas para a licitação da segunda e última etapa, que é o terminal de passageiros”, disse o gestor.

O orçamento da primeira etapa foi de R$ 60,3 milhões. Outros R$ 20 milhões já estão garantidos pelo Governo Federal para a segunda e última etapa mencionada pelo prefeito. Outra novidade diz respeito ao sistema de operação por instrumento (IFR, sigla para a expressão em inglês: Instrument Flight Rules), que permitirá ao piloto conduzir a aeronave guiando-se pelos instrumentos de bordo, sem ter de seguir referências visuais exteriores ao avião.

Distrito aeroportuário – O prefeito Guilherme comentou ainda a regulamentação do uso do solo na área do entorno do novo aeroporto. A Prefeitura está empenhada na criação do que será a lei municipal que estabelecerá as regras para a ocupação do espaço localizado num raio de 20 quilômetros, a partir de onde está sendo construído o equipamento. Será o futuro “distrito aeroportuário” de Vitória da Conquista.

“O objetivo é disciplinar o que pode e o que não pode existir dentro desse distrito, para não dificultar os pousos e decolagens. Ou seja, a ‘vida’ do aeroporto tem que ter essas delimitações, e a Prefeitura está tomando todo o cuidado para fazer isso no tempo mais curto”, explicou o prefeito.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
26/05
Feirão da Caixa pretende levar 5 mil pessoas ao Centro Glauber Rocha até domingo, 28
Gabinete Civil
25/05
Prefeitura apresenta novas propostas aos professores e garante recomposição da tabela do magistério
Gabinete Civil
25/05
Prefeitura defende mais investimentos e agilidade na construção da Barragem do Catolé durante reunião no MP
Gabinete Civil
25/05
Prefeitura garante preço promocional para o servidor público em show de Roberto Carlos