Um encontro de gerações que têm algo em comum: a necessidade de discutir e se prevenir contra o câncer de próstata. Esse debate fez parte do evento de Conscientização sobre o Novembro Azul que aconteceu na tarde desta terça-feira, 7, na sede do Conquista Criança, programa ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura.

Cerca de quarenta homens assistiram à palestra. Daniel dos Santos, 18 anos, foi um deles. Para o estudante do ensino médio, a palestra foi esclarecedora e tirou muitas dúvidas, principalmente por conta do preconceito que muitas pessoas têm sobre o tema: ‘‘Eu achei importante a palestra, eu aprendi muita coisa, na minha família ainda tem muito preconceito. O que eu aprendi hoje vou levar pra minha vida e pros meus amigos’’.

Para Márcio Carvalho, servidor, independente da idade é necessário abordar sobre o câncer de próstata. ‘‘Jovem e adulto, não vamos nos limitar só a idade, o jovem já tem que ter essa visão de que a prevenção é a melhor forma de combater a doença. Pensar também que existe a questão do histórico, alguns casos na família em que já seria bom procurar um médico. Essas palestras são interessantes neste sentido pra se despertar para a prevenção’’, destacou.

Manoel Almeida, também servidor, assegurou que o debate veio em um momento ideal, já que existe a possibilidade do cunhado ter desenvolvido câncer de próstata, justamente pela falta de prevenção. ‘‘Isso é muito importante pra todos os homens que estão aqui, veio pra ajudar a gente a se conscientizar sobre a nossa própria saúde, porque nós estamos vivendo hoje de forma muito corrida, a gente trabalha, a gente estuda, a gente preocupa com a família, mas às vezes a gente não se preocupa com a própria saúde’’, explicou.

A palestrante e profissional da Atenção Básica, Ludmilla Machado ministrou sobre os fatores que podem levar ao desenvolvimento do câncer e da importância de atividades físicas, além de incentivá-los a procurar ajuda nas unidades de saúde. ‘‘Hoje em dia ainda tem sido muito tabu em relação ao homem de procurar um serviço de saúde para estar se prevenindo, é importante essa conscientização pra prevenir mais doenças e ter uma qualidade de vida maior, então é importante estar dando atenção a essa parcela da população, que, em geral, costuma não procurar o médico’’.

A coordenadora do Conquista Criança, Marizete França, destacou a importância de projetos como esse sobre o Novembro Azul. ‘‘Percebemos que existe uma preocupação com a mulher com o tema Outubro Rosa e ela já é bem consciente dos cuidados que ela precisa tomar, agora com os homens não, é algo que eles têm receio de falar, de procurar um médico, de falar sobre isso. Aproveitamos esse período para proporcionar esse momento especial pra que eles possam perceber o nosso carinho e cuidado com eles, porque, a partir disso, eles têm uma consciência de que o homem que se cuida, não perde o melhor da vida’’.