Natal da Cidade: evento democratiza acesso da comunidade a espetáculos musicais de alto nível

Para muitas pessoas, show de Erasmo Carlos foi a chance de ver, pela primeira vez, o ídolo de perto

Um dos vários reflexos positivos de um projeto como o Natal da Cidade, promovido pela Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, é propiciar a um grande número de pessoas uma oportunidade de participar de espetáculos musicais de alta qualidade em praça pública, sem ter de desembolsar um só centavo por isso. Seguindo nessa lógica, na noite dessa quarta-feira, 18, na Praça Barão do Rio Branco, alguns dos milhares de fãs que o cantor e compositor Erasmo Carlos arregimentou em mais de cinquenta anos de carreira, puderam finalmente vê-lo e ouvi-lo de perto, pela primeira vez.

Foi o caso da auxiliar administrativa Roberta Dias. Antes do início do show de Erasmo, ela postou-se junto à grade do palco, a fim de fotografá-lo no momento em que ele saísse do camarim e subisse pela escada em direção ao palco. Detalhe importante: Roberta tem apenas vinte anos de idade. “Cresci ouvindo, até por influência do meu pai, que é muito fã de Erasmo e Roberto. E, desde pequena, venho acompanhando, vendo programas e ouvindo as músicas dele em casa”, explicou a jovem. “Tudo isso influenciou para que eu gostasse tanto dele quanto da Jovem Guarda”.

Roberta acredita que, por sua diversidade de ritmos e modalidades artísticas, a programação do Natal da Cidade contempla a diferentes faixas etárias de pessoas que se interessam por música. “Existe, acima de tudo, um respeito pelos gostos musicais e idades diferentes, e proporciona um entretenimento e um prazer para cada geração. Eu, inclusive, não sou da geração dessa época, mas estou na geração atual que também curte o ‘Tremendão’”, disse Roberta.

‘Show legal’ – O comerciante Galdino Vieira Neto foi a um show de Erasmo pela segunda vez. Ele não soube precisar com exatidão há quantos anos foi o primeiro, mas garantiu ter sido na mesma Praça Barão do Rio Branco, entre quinze e vinte anos atrás. Na noite de quarta, 18, ele chegou a levar consigo uma fotografia daquela antiga apresentação. “Estive num show dele aqui, há muitos anos. Agora, chegou o momento de encontrá-lo de novo, aqui. Enquanto Deus der vida e saúde a mim e a ele, estaremos presentes, eu ouvindo e ele dando um show legal”, contou.

Ao fim da apresentação do ídolo, Galdino enalteceu as características democráticas do Natal da Cidade, que lhe permitiram vê-lo novamente, muitos anos depois, e de forma gratuita. “Como eu, outras pessoas que não têm condições de pagar por um show em camarote, ou fechado, têm a praça pública para poder vir e ver os artistas de que elas gostam”, atestou.

‘Show de bola’ – “Jovem Guarda para mim é tudo”, disse, entre enfático e emocionado, o cobrador José Ivan, 44 anos de idade, fã de Erasmo desde os 20. Apesar disso, também jamais havia tido a oportunidade de ver o ídolo ao vivo, de perto. Possibilitado pelo Governo Municipal, por meio do Natal da Cidade, Ivan foi à Barão do Rio Branco, acompanhado pela namorada, Marlúcia. A ocasião parecia propícia a um encontro a dois. “As músicas dele dizem tudo”, explicou. “E ver nossos ídolos assim, de graça, é show de bola”.

Notícias Relacionadas

Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
20/11
Mostra Cinema Conquista coloca produção brasileira em cartaz
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
17/11
VIII Copa Café de Handebol será nos dias 18 e 19
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
16/11
Café com Cinema: evento lança 12ª Mostra Cinema Conquista
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
14/11
Prefeitura de Vitória da Conquista dá início ao Censo Cultural