Atividade contou com a participação das referenciadas e equipe do Crav

“E hoje eu sou o meu melhor motivo para comemorar”, a música “Mudei” de Kell Smith abriu a atividade comemorativa pelo Dia Internacional da Mulher no Centro de Referência da Mulher Albertina Vasconcelos (Crav), na tarde desta segunda-feira (09) no auditório do serviço. A programação faz parte da campanha Março Mulher.

Uma tarde descontraída e ao mesmo tempo de reflexão foi a proposta do Papo @tivo “Juntas somos fortes” que foi comandado pela arteterapeuta Handria Inady, que convidou referenciadas e equipe do serviço para uma tarde diferente com música, meditação, arteterapia e dança. “Nosso objetivo foi a motivação das referenciadas com um encontro diferente, em que pudessem sair da unidade empoderadas, certas da importância do papel da mulher para sociedade”, destacou a coordenadora de Políticas para Mulheres, Dayana Evelinne Andrade.

Arteterapia com colagem

O tema escolhido pela terapeuta foi o girassol, uma flor que está sempre à procura da luz, floresce em todas as estações do ano e quando os dias estão nublados, uma flor se posiciona em frente a outra. “Que a gente se lembre que nós somos girassóis, que a gente se conecte com a nossa e com a luz à nossa volta. Que a gente possa olhar uma pra outra e se olhar pra dentro. Que essa força, esse poder e essa potência, estão dentro de nós” enfatizou Handria.

Handria deixou a mensagem : “Que sejamos como girassóis”

Para a referenciada Tereza (55), o encontro foi maravilhoso para refletir um pouco mais sobre a importância das mulheres e disse: “Para mim, mulher é liberdade, respeito, solidariedade. Precisamos conversar mais, as pessoas estão muito distantes umas das outras”.