Lançamento da campanha contou com a participação do prefeito Herzem Gusmão e da presidente da ChidlHood Brasil Roberta Rivelino

O Dia Nacional de Combate  ao Abuso Sexual e à Exploração  de Crianças e Adolescentes é celebrado em 18 de maio, mas neste ano, a data foi marcada pela pandemia da Covid-19. O atual contexto promoveu uma mudança na dinâmica da programação das atividades do mês, que serão realizadas por meios virtuais, e também na abordagem que passou a tratar sobre a violência intrafamiliar. A campanha municipal “Maio Laranja – Não feche os olhos” traz como tema deste ano: Nossa casa é um espaço de carinho e cuidado. Esteja atento às situações de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

O lançamento oficial aconteceu na manhã desta segunda-feira (18) por meio de videoconferência, com a participação do prefeito Herzem Gusmão; do secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias; da coordenadora de Rede de Atenção e Proteção à Criança e ao Adolescente, Camilla Fischer; do promotor de justiça da Vara da Infância e Juventude, Marcos Coelho; do presidente do Conselho Municipal da Criança e Adolescente (Comdica), Joab Silva; da ChildHood Brasil, Roberta Rivelino (presidente), Itamar Gonçalves (advocacy) e Benedito R. dos Santos (assessor).

O prefeito destacou a construção do Complexo de Escuta Protegida no CIDCA

“Estamos aqui hoje, nesta batalha, para proteger todas as crianças e adolescentes que sofrem qualquer tipo de violência e, para isso, contamos com toda equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social e com a assessoria da ChildHood Brasil, através da sua presidenta Roberta Rivelino”, destacou Herzem Gusmão.

Na oportunidade, o prefeito também falou sobre a construção do Complexo de Escuta Protegida no Centro Integrado dos Direitos da Criança e do Adolescente (CIDCA). “Mesmo durante a pandemia, nós optamos por iniciar esta obra devido à sua importância para proteção das vidas de crianças e adolescentes. Eu visitei as obras do complexo de escuta protegida e pedi celeridade à empresa que está executando a obra para que a gente possa entregar esse equipamento em tempo recorde”, declarou Herzem.

Para Roberta Rivelino, a Prefeitura de Vitória da Conquista é um modelo de vontade política para o enfrentamento da violência contra criança e adolescente, pois, mesmo com a pandemia, vem conseguindo concretizar aquilo que estava planejado para a área da infância e da adolescência. “Apesar de tudo que está acontecendo, vocês não deixaram a obra do complexo de escuta protegida parar. Parabéns por não terem deixado essa obra desacelerar”, enfatizou Roberta.

Michael Farias destacou a importância do convênio com a ChildHood Brasil, neste momento de capacitação de todos os profissionais que atuam no atendimento integrado de crianças e adolescentes que vivenciaram algum tipo de violência. “Hoje é um dia expressivo para nossa luta na proteção dos direitos humanos. Poder contar com essa assessoria da ChildHood nos anima ainda mais a continuar seguindo e buscando soluções para esse enfrentamento. E é por isso que a gestão municipal está priorizando a construção do complexo que irá ofertar o atendimento digno e protegido”.

No lançamento da campanha, que acontecerá de forma remota (via internet) até o dia 30 de maio, o prefeito também informou sobre a publicação do Decreto Municipal que institui o Comitê Municipal de Gestão Colegiada da Rede de Cuidado e de Proteção Social das Crianças e dos Adolescentes Vítimas ou Testemunhas de Violência (CMRPC).