Passava do meio-dia deste sábado (10), quando baianas, carregando vasos com flores brancas e água de cheiro, espalharam pipoca e perfume pelas ruas do centro de Vitória da Conquista, simbolizando a alegria e a prosperidade que desejam para o município.

Os tabaques do Terreiro Ilê Axé Alaketú Omin Togun e a banda de Marchinhas (Bamvic) animaram o cortejo que saiu da Praça Tancredo Neves, em frente à Catedral Nossa Senhora das Vitórias. Foram em direção à Alameda Ramiro Santos, onde ocorreu a tradicional lavagem. De lá, as baianas e os foliões seguiram para a Praça da Bandeira.

Com danças e muita música, a banda percussiva Azizi encerrou os festejos deste primeiro dia de Carnaval Conquista Cultural.

Um dos tocadores era o ogan do Terreiro do Ilê Axé Alaketú Omin Togun, Saulo Silva. “Nosso terreiro continuou com essa tradição, colocando esse movimento adiante em Vitória da Conquista. Já participo há cinco anos e pela primeira vez trouxe meu filho de um ano e quatro meses pra estar no movimento também”, comentou.

O ogan Saulo Silva trouxe o filho de um ano para acompanhar os festejos

A Lavagem do Beco é uma tradição dos antigos carnavais da cidade que foi resgatada pela programação do Carnaval Conquista Cultural.

Para Graça Alves, presidente da Rede Caminhos dos Búzios e do Movimento Ogum Xoroquê, é uma alegria participar da Lavagem: “É uma felicidade para gente e essa lavagem representa justamente uma carga de energia positiva. Sempre acontece no primeiro dia de carnaval para que a festa ocorra em paz”.

“Quando vejo essas baianas é como se eu visse a origem de todos nós. Como nós devemos à África e por isso devemos referenciar as baianas que são o grande símbolo da cultura nacional. Elas lavaram a alma das pessoas e com seus cânticos animaram a todos, pois ninguém resiste a essa batida”, declarou a secretária municipal de Cultura, Tina Rocha.

Segundo Tina Rocha, é uma satisfação para o Governo Municipal apoiar esse evento que devolveu às ruas o carnaval em família. Famílias como a da enfermeira Kelly Paula Cerqueira. Pela primeira vez ela, seu esposo e a filha mais nova participaram do Carnaval Conquista Cultural. “Nós nos mudamos pra Conquista esse ano e resolvemos conhecer o carnaval daqui. Estamos gostando. Minha filha já arrumou até uma amiguinha aqui e estamos nos divertindo”, disse a foliã.

“Minha filha já ganhou até uma amiguinha aqui e estamos nos divertindo”

 

Confira a programação dos blocos:
Domingo (11/02)

Banda de Marchinhas (BAMVIC)
Galera da Amizade LGBT
Maria Vem Cazoutras

Segunda (12/02)
Mamãe eu quero
As Mukiranhas
Omolú Asé

Terça (13/02):
Banda de Marchinhas (BAMVIC)
Os Bambas
Curtaki
Vadinho Barreto, Rafael Barreto e Banda Brincando de Cordas

Print this pageShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedIn