Governo Municipal participa de consultoria para implantação do SAC Municipal

Ideia é criar ambiente de negócios com mais atrativos para o público empreendedor

A Prefeitura de Vitória da Conquista iniciou a semana com um encontro entre integrantes de vários setores da estrutura administrativa municipal e o consultor Roberto Maciel, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O encontro, que durou a manhã e a tarde desta segunda-feira, tratou da instalação da Sala do Empreendedor e do SAC Municipal.

O conceito da Sala do Empreendedor foi sintetizado pelo secretário municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, Cláudio Cardoso. “É uma ideia de que, nesse ambiente do SAC Municipal, se encontrem todos os serviços que o empresário precisa para abrir, alterar ou fechar seu negócio”, explicou.

“Como também, do ponto de vista mercadológico, que ele possa encontrar todo o apoio necessário para que o seu negócio possa se desenvolver bem, ter os resultados desejados e gerar emprego, renda e desenvolvimento”, prosseguiu o secretário.

O objetivo desta primeira etapa, que trata especificamente do planejamento de como será esse setor, é pensar de que forma seria possível unificar serviços que já são oferecidos pelo município, incorporando outros que venham a ampliar o leque de opções para o público empreendedor.

“A ideia é criar um ambiente de negócios que favoreça, que desburocratize e que facilite a vida do empreendedor, criando realmente condições no sentido de capacitação, da celeridade na emissão de alvarás de registro da empresa”, relatou Cardoso. “E que ele possa realmente enxergar Vitória da Conquista como uma cidade interessante para se investir”.

‘Mais eficácia’ – No encontro desta segunda-feira, os participantes contaram com o auxílio do consultor do Sebrae para fazer um levantamento dos serviços hoje oferecidos pelo município, a forma como são disponibilizados e de que maneira podem ser alocados na estrutura da futura Sala do Empreendedor.

“Uma coisa muito legal é que a gente está com todos os setores discutindo, e a gente percebe que cada um consegue entender o que faz na sua ‘caixinha’. Então, um dos papéis é a gente conseguir pensar como a Prefeitura, no todo, pode implementar um serviço com mais eficácia”, afirmou Maciel.

Durante a reunião, tratou-se de algumas necessidades, a exemplo da implantação de sistemas para abertura de empresas online e de adequações em algumas áreas da legislação municipal. Ao fim desta etapa de planejamento, o modelo de estrutura que for definido será apresentado ao prefeito Herzem Gusmão.

‘Referência para o empreendedor’ – “Já trabalhei em mais de quarenta salas, e venho trazendo experiências de outros lugares. A gente já visitou salas fora do Brasil, e a gente vem trazendo modelos. A ideia é que o município ache o seu modelo”, explicou o consultor do Sebrae.

“É todo um contexto de criar essa sala, que, na verdade, é um espaço para facilitar a abertura de empresas, o surgimento de novos negócios. Mas, também, um espaço para pensar o desenvolvimento local. Essa é a lógica da sala: ser um centro de referência para o empreendedor aqui em Vitória da Conquista”, concluiu Maciel.

Notícias Relacionadas

Governo
18/11
7º Seminário ‘Orgulho de Ser LGBT’ começa com discussão sobre religiosidade de matriz africana
Educação
18/11
Pacto pela Educação: Professores e coordenadores municipais relatam experiências
Mobilidade Urbana
17/11
Prefeitura amplia horário do transporte coletivo neste domingo, 19
Gabinete Civil
17/11
Parada LGBT: confira como fica o trânsito e o itinerário dos ônibus