Governo Municipal homenageia escolas municipais com melhores desempenhos no Ideb

Bons resultados alcançados pelas unidades de ensino têm a ver com os investimentos feitos na Rede Municipal de Ensino

Recentemente, a direção da Escola Municipal Bem-Querer foi informada de que um de seus alunos, João Vitor Tigre Almeida (7º ano do Ensino Fundamental), era um dos quatro estudantes baianos a conquistar a medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Notícia parecida foi recebida com festa no Centro Municipal de Educação Erathósthenes Menezes, localizado no distrito do Iguá: uma aluna de seus quadros, Heloísa Machado, ficara em terceiro lugar num concurso nacional de redação.

Informações desse tipo já não são novidade na Rede Municipal de Ensino, e, ainda assim, à medida que chegam, são comemoradas tanto pelos gestores das unidades escolares envolvidas quanto pelos integrantes do Governo Municipal. Foi assim na manhã desta quarta-feira, 10, no Salão Nobre do Gabinete Civil, durante a cerimônia em que o Governo Municipal homenageou as seis escolas municipais que obtiveram o melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Em reconhecimento pelas médias alcançadas, placas comemorativas foram entregues a seis unidades de ensino – três urbanas e três rurais. “Ter um aluno medalhista de ouro nas Olimpíadas de Matemática, o primeiro da Bahia, é de grande importância e um reconhecimento, por conta da qualidade do ensino da Rede Municipal”, comemorou Rackeline Marques, diretora da Escola Municipal Bem-Querer, para quem há muita coisa em comum entre a premiação do estudante e o fato da unidade ter apresentado bons resultados tanto nas séries iniciais quanto nas séries finais do Ensino Fundamental.

“Ficamos muito honrados com esta homenagem. Esse resultado expressa o esforço, o trabalho pedagógico e o compromisso com a educação do campo”, exultou também a diretora da Escola Municipal Erathósthenes Menezes, Luciene Silva. “Nosso Ideb é fruto de um trabalho sério”, complementou.

Investimentos – O “compromisso” lembrado pela diretora se reflete nos investimentos feitos pelo Governo Municipal na ampla rede municipal de Vitória da Conquista, composta por 203 unidades, entre escolas e creches. Desde 2009, mais de R$ 20 milhões, vindos de recursos próprios do Município, foram destinados a reformas, ampliações e construções de novas unidades escolares.

Além disso, a Administração Municipal também procura garantir a presença dos alunos em sala de aula, disponibilizando transporte gratuito para alunos e professores. Os investimentos nesse setor ultrapassam R$ 7 milhões. Os resultados positivos podem ser identificados no desempenho das escolas municipais no Ideb divulgado este ano: Vitória da Conquista conseguiu melhorar seu desempenho nas séries iniciais e finais do Ensino Fundamental.

Nas séries iniciais, o município passou de 3,4 para 3,9, ficando à frente do segundo maior município do estado, Feira de Santana. Já nas séries finais, o desempenho comparativo foi ainda mais positivo. De acordo com a avaliação, Vitória da Conquista alcançou 3,2 pontos, nota que a deixou à frente não só de Feira de Santana – que obteve 3,1 –, mas também da capital, Salvador, cuja nota foi 3,0.

‘Educação e desenvolvimento’– E os investimentos, de acordo com o prefeito Guilherme Menezes, continuam, com vistas a que a curva ascendente se mantenha nas futuras avaliações do Ideb. “O que desejamos é o crescimento, fortalecimento e enraizamento da cultura de priorizar a educação como fonte principal para o desenvolvimento social de Vitória da Conquista e do Brasil”, afirmou o gestor.

Notícias Relacionadas

Educação
19/10
Começa o Curta 5, segunda etapa da Mostrinha de Cinema Infantil e Mostra Juvenil
Educação
18/10
Smed e Proler promovem capacitação para educadores da Rede Municipal
Educação
17/10
Povoado de Cabeceira sedia XXVI Encontro de Leitura do Proler
Educação
15/10
Professora da rede destaca profissão como ferramenta de transformação social