Governo Municipal continua empenhado para viabilizar a construção da Barragem do Rio Pardo

 

 

Com a parceria com os governos Estadual e Federal, o projeto de construção da barragem está bastante adiantado

Uma solução definitiva para os problemas hídricos de Vitória da Conquista. É este o empenho que tem feito o Governo Municipal com a meta de, nos próximos anos, viabilizar a construção da Barragem do Rio Pardo, projeto fundamental para a continuidade do desenvolvimento econômico e social de Vitória da Conquista e Região.

Em audiência realizada em Brasília, nessa terça-feira, 13, o novo governador da Bahia, Rui Costa, solicitou a parceria do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para a construção da barragem. Na última sexta-feira, 9, ao cumprir agenda na região, o governador Rui Costa já havia se reunido com o prefeito Guilherme Menezes e reiterado o compromisso feito com o prefeito, quando ainda era candidato, de que a construção da Barragem do Rio Pardo é um compromisso do seu governo com o Sudoeste baiano. “A nossa prioridade para a região de Vitória da Conquista é completar a infraestrutura hídrica de abastecimento de água”, enfatizou o governador que buscará, com o prefeito, os recursos necessários para executar, em breve, o projeto.

“Sempre lutamos pela Barragem do Rio Pardo. Conseguimos os recursos, com o então ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, para a elaboração do projeto e o governador Rui Costa assumiu conosco o compromisso de buscar por recursos, no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 3, para a construção dessa grande obra”, reiterou o prefeito Guilherme Menezes. Ele ainda completou: “É uma obra de redenção não só para Conquista, mas para todos os municípios da região e para os distritos da zona rural”.

Mobilização permanente – Antes de buscar nas instâncias federais o financiamento necessário para o projeto de construção da barragem, que está em fase final, foi necessário um estudo preliminar detalhado, que contivesse informações históricas e técnicas sobre o Rio Pardo e as possibilidades advindas de um futuro barramento. O memorial foi elaborado pelo advogado e historiador Rui Medeiros, a pedido do prefeito.

Já naquele primeiro momento havia grande interesse dos diversos setores da sociedade conquistense, principalmente aqueles que produziam café, para que o projeto se tornasse realidade. Tanto é assim que o empresário Carlos Alberto Oliveira Neto agilizou a primeira audiência a respeito do assunto, no Ministério da Integração Nacional, entre o prefeito e o então ministro, Fernando Bezerra.

Desde então, o gestor municipal tem estado em contato permanente com ambas as instâncias de governo, garantindo celeridade ao processo. A inclusão do projeto da barragem e do sistema adutor da mesma – que terá 49 quilômetros de extensão e será responsável por conduzir a água do barramento até a estação de tratamento localizada em Barra do Choça – no PAC 3, por exemplo, foi a principal pauta da última visita do prefeito Guilherme Menezes ao então ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira.

Assim que estiver concretizada, a Barragem do Rio Pardo terá uma capacidade de acúmulo de mais de 430 milhões m³ de água. Ela poderá servir a uma série de alternativas viáveis, desde a geração de energia até a irrigação, passando ainda pela solução dos problemas hídricos de regiões extremamente secas e pela regularização do fluxo do rio.

*Na foto, equipe do Governo Municipal reunida com o então ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, e o engenheiro Hipérides Macedo. 

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
24/03
Em visita à Fieb, prefeito acerta parceria com o Sesi e discursa para empresários da construção civil
Gabinete Civil
23/03
Implantação da Universidade Católica em Conquista tem apoio da Prefeitura
Gabinete Civil
21/03
Prefeito visita Conquista Criança
Gabinete Civil
20/03
Executivo e Judiciário discutem ações ligadas à infância e adolescência